A maquiagem perfeita depende muito de como você prepara a pele para receber os produtos. Antes da aplicação da base e do pó, por exemplo, é preciso tomar alguns cuidados muitas vezes ignorados. O alerta é da dermatologista Juliana Araújo.

“Preparar a pele para receber a maquiagem é o segredo”, garante a especialista, que destaca também que os produtos usados na limpeza do rosto são diferentes para cada tipo de pele. “Mas tem algo que é preciso enfatizar: sabonete, hidratante e protetor solar são indispensáveis”, completa.

Drª Juliana, especialista em tratamento de pele, unha e cabelos, dá dicas de como realizar o processo de preparo da pele, aplicação e remoção da maquiagem. “Cuidados importantes e que fazem toda a diferença”, diz. Veja o passo a passo:

1 – Limpeza:

É preciso limpar bem a pele para retirar as impurezas, fazendo uso de sabonete e/ou água micelar. De acordo com a especialista, é importante ter atenção quanto à escolha dos produtos. Cada tipo de pele exige um cuidado diferente. “Antes de mais nada, vale destacar que o sabonete deve ser o próprio para a pele do rosto. Não devemos usar qualquer sabonete nessa área. Depois, é preciso identificar qual é seu tipo de pele : oleosa, seca ou mista. Só depois continuar os próximos passos. Um profissional pode ajudar de forma certeira tanto na identificação do tipo de pele quanto na escolha dos produtos”, explica Drª Juliana Araújo.

2 – Hidratação:

Tão importante quanto limpar é hidratar a pele. Mas fica o alerta da especialista: “essa hidratação também deve ser feita com produto específico para o rosto. O uso de qualquer hidratante, como o usado no corpo, por exemplo, pode entupir os poros e resultar em acnes ou outros prejuízos para a pele do rosto”, afirma.

3 – Protetor:

Com a pele devidamente limpa e hidratada, é chegada a hora de protegê-la. A dermatologista alerta, pessoas que ficam o dia todo com maquiagem precisam, inclusive, retocar o protetor. “Sempre digo que maquiagem não é protetor, então tem, sim, que retocar o uso da proteção”, explica. O filtro solar protege a pele dos raios solares e, assim, evita linhas de expressão e o surgimento de manchas.

“E que fique claro, não pode ser qualquer produto. Com a ajuda de um profissional dermatologista, você precisa escolher o protetor certo para seu tipo de pele. O uso de um produto que não seja compatível com seu tipo de pele pode aumentar a oleosidade, por exemplo”, acrescenta.

4 – Escolha da maquiagem:

Escolher a maquiagem não é tarefa fácil. As opções só aumentam. No Brasil há um outra particularidade que é a quantidade enorme de tons de pele (fala-se em mais de 50 tons), tornando mais complicado o produto a ser adquirido por cada um. No mundo da maquiagem e dos cosméticos há tons para peles:

– Quentes (W: warm) – definidas como as com os cabelos castanhos, pretos, dourados, loiros e vermelhos. Normalmente a cor dos olhos castanhos, verdes ou mel.

– Frias (C : cold) – os cabelos castanhos, pretos ou loiros. Normalmente a cor dos olhos é azul ou verde.

– Neutras (N:neutral) – normalmente as pessoas se enquadram nesta categoria com uma mistura de cabelo e cor dos olhos, que corre entre ambas temperaturas, quente e fria. Geralmente este tipo de pele combina com todos os tons de cores, sem restrições.

“A escolha da base é uma difícil tarefa e as diferentes marcas têm efeitos associados, como por exemplo ativos para raios ultravioletas, ação antiacne, efeito de iluminar, entre outros. “Para escolher sua cor, teste no maxilar ou testa. É importante aplicar também no colo para comparar e ver se está equilibrado. O produto nunca deve ser testado no pulso, que geralmente tem tom mais claro”, detalha Drª Juliana.

“O protetor solar que já vem com base é ótimo, ajuda a proteger bem a pele, e economiza tempo. Há uma ressalva para quem tem pele muito oleosa. Nesse caso a pessoa pode não gostar. Recomendo protetor com base para peles mistas, normais e secas”, complementa.

5 – Remover:

E ainda mais importante que a limpeza pré-maquiagem é a limpeza pós-maquiagem. Não deve-se nunca dormir com os produtos na pele. Os danos são grandes. “A limpeza é feita também com produto indicado, escolhido com a ajuda de um dermatologista. A água micelar é uma alternativa pois não provoca oleosidade e não precisa enxaguar”, diz a especialista.

“No caso de maquiagem pesada na área dos olhos, recomenda-se óleo demaquilante bifásico. Seu enxágue é necessário, já que deixa resíduo. Borrife uma água termal em seguida, deixando secar ou distribuindo com as mãos . Ela hidrata , acalma , diminui tendência para acne e ajuda quem tem rosácea. Só depois disso você usará a rotina da noite indicada pelo seu dermatologista”, explica Drª Juliana.

A especialista também detalha os riscos de dormir sem remover a maquiagem. “Os cosméticos obstruem os poros,  podem desidratar a pele. Isso pode acarretar cravos, espinhas e oleosidade. Também não recomendamos uso de maquiagem durante a prática de atividade física. A poluição é um fator a mais para envelhecimento cutâneo”, alerta.