Os primeiros romeiros da Festa de Trindade de 2019 não deram espaço para o cansaço. Mesmo tendo concluído o trajeto de 18 quilômetros até a Capital da Fé, ainda nas primeiras horas da madrugada desta sexta-feira (28/6), quando chegaram ao Santuário do Divino Pai Eterno, o governador Ronaldo Caiado e a primeira-dama Gracinha Caiado marcaram presença hoje cedo na inauguração do Centro de Apoio aos Romeiros da Organização das Voluntarias de Goiás (OVG). “Ombreamos essa luta junto com quem realmente hoje é dono da festa, que é a primeira-dama e a OVG que, com todo carinho e cuidado, montaram essa barraca para acolhimento das pessoas que vem nessa caminhada até a chegada a Trindade”, comentou.
Caiado lembrou que, tanto na vida pessoal como em sua trajetória política, sempre assumiu o compromisso de preservar a cultura e tradições do Estado, e citou exemplos de outros festejos com igual significado para religiosidade goiana, como as de romarias Muquém e Guarinos. “Um governador tem a obrigação de dar sustentação à história e à cultura do Estado, e faço questão, pois tenho um orgulho enorme de ser goiano e sou homem temente a Deus. Especialmente no caso desta romaria, que é a terceira maior do País, um exercício da fé reconhecido por todo o Brasil”, disse.
A estrutura foi instalada no quilômetro 9,5 da Rodovia dos Romeiros (GO-060) e funcionará 24 horas, com encerramento do atendimento no dia 7 de julho, ao meio-dia. A previsão é que mais de 300 mil fiéis sejam atendidos no local durante a tradicional Festa do Divino Pai Eterno. Fiéis como Cecília Coracy da Silva, que todos os anos parte a pé de Goiânia rumo à Terra Santa, e desta vez seguia acompanhada da filha e da neta de colo. “Aqui a gente é bem acolhida. Tem atendimento médico, lanche e vai pra romaria em paz. Está maravilhoso o trabalho do governo”, elogiou.
A expectativa é que passem, somente pela barraca da OVG, mais de 300 mil pessoas durante toda a festa, que deve atrair um total de 2 milhões de fiéis a Trindade. “Ela é muito importante para Goiás, pois consolida o turismo religioso, inegavelmente uma fonte real de renda e que faz com que a cidade também tenha uma expectativa de trazer e angariar ainda mais investimentos para a região”, projetou.
Em discurso, a primeira-dama Gracinha Caiado reiterou que a OVG acredita que com solidariedade e amor é que se consegue fazer a verdadeira mudança na vida das pessoas, e revelou que esse ano a festa passou a ter significado especial. “Sempre viemos na Romaria, mas desta vez é diferente. É um ano no qual temos de pedir ao Divino Pai Eterno que nos dê sabedoria e muita humildade para atravessar esses quatro anos de mandato do governador Ronaldo Caiado”, disse. Segundo a diretora-geral da OVG, Adryana Caiado, cada detalhe foi pensado para que todos possam cumprir sua caminhada com mais conforto.
Também estiveram presentes o secretário Anderson Máximo (Casa Civil); a deputada federal Flávia Morais; o deputado estadual Humberto Aidar; o presidente do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), desembargador Walter Paulo Lemes; padre Wellington Silva e Éverson Faria, representando o arcebispo Dom Washington; prefeita da Cidade de Goiás, Selma Bastos; a superintendente do Iphan de Goiás, Salma Saddi, além de vereadores e outras lideranças locais.
Estrutura
A estrutura preparada pela Organização tem 2 mil metros quadrados e foi montada pela Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra). O espaço conta com banheiros químicos, capela para orações, cozinhas, almoxarifado e locais de preparo de alimentos. A área de descanso foi ampliada para o evento deste ano, garantindo mais conforto aos fiéis.
O trabalho na barraca fica aos cuidados de pessoas como Olímpio Queiroz Neto e Iracema Cunha de Araújo, voluntários há 16 anos e 14 anos, respectivamente. “Fico contando os dias e as horas. É muito gratificante, cada ano se supera. Convido a todos que venham viver essa experiência”, relatou o voluntário. “O que mais me toca é dar o pão para as crianças, com aquelas mãozinhas, é a coisa mais linda”, confidenciou Iracema.
O prefeito de Trindade, Jânio Darrot, fez deferência a todos os voluntários, que se comprometem a “darem duro nos 10 dias de romaria” e estendeu os agradecimentos a Caiado e Gracinha. “Sem o apoio de vocês não seria possível oferecer uma estrutura como essa, à altura do que os romeiros merecem. Por essa barraca, que permite um momento de descanso e que os romeiros possam recarregar as energias”, afirmou o prefeito.
Uma padaria estará funcionando em área anexa, de alvenaria, para produção de pães dia e noite. Cerca de 120 pessoas vão trabalhar em cada turno durante o evento. Vão atuar no local estudantes beneficiados com a Bolsa Universitária, voluntários e funcionários da OVG. Eles se revezarão na produção e distribuição dos lanches. Serão servidos aos romeiros café, leite, chá, suco, água, pão com mortadela e pão com manteiga.
A OVG contou ainda com a colaboração de diversas empresas da iniciativa privada, que doaram diversos produtos para o preparo do lanche, e secretarias e órgãos estaduais participam das ações desenvolvidas no Centro de Apoio ao Romeiro. Outro parceiro importante é a prefeitura de Trindade. Este ano também foi ampliado o atendimento em saúde destinado à realização de massagens terapêuticas e fisioterapia para prevenir lesões e problemas musculares nos peregrinos.