O Carnaval já está praticamente aí e muita gente se prepara para sair nos blocos e curtir o feriado com muita alegria. No entanto, cuidados com a saúde são sempre bem-vindos. Evitar excessos é a melhor dica para que a festa não termine antes por causa de situações inesperadas, como irritação na pele e nos olhos provocada pela maquiagem.

O glitter e a maquiagem colorida fazem parte da rotina carnavalesca, mas eles exigem certos cuidados. A dica da dermaticista e proprietária do estúdio One Saúde & Estética, Laury Alves, é verificar a data de validade dos produtos antes de aplicá-los tanto na pele quanto nos olhos. “Outra recomendação é não compartilhar produtos como base, sombras, lápis e pincéis. Assim, evite maquiagem colocada à disposição de convidados em banheiros e camarotes, por exemplo”, alerta. Os principais sinais de problemas provocados pelo mau uso de cosméticos são irritação e vermelhidão, olhos secos, coceira, visão embaçada, sensação de areia nos olhos, secreção e pálpebras inchadas.

Ela explica que o glitter é uma partícula sólida e, se entrar no olho, pode arranhar a córnea. E uma lesão na córnea, mesmo pequena, pode provocar dor, sensação de corpo estranho e vermelhidão ocular, podendo evoluir para infecções como conjuntivite.

“Para fazer a retirada da maquiagem e do glitter o ideal é não utilizar água, mas usar fita adesiva”, revela. Segundo Laury, pode ser daquelas transparentes mesmo. “E o que não sair com a fita, pode ser retirado com o uso de demaquilante, de preferência mais oleosos e trifásicos, tendo o cuidado de trocar o algodão sempre que necessário. E o interessante é que com o uso do demaquilante, a cola também é removida”, aconselha. Por fim, depois de 90% da retirada do glitter, maquiagem e colas, ela indica usar o sabonete e outros produtos, como hidratantes e vitaminas C.

Não menos importante, ela reforça que é necessário limpar toda a maquiagem ao chegar em casa. “Nunca durma com maquiagem. Dormir maquiada é um dos maiores erros que nós mulheres podemos cometer. Os produtos tapam os poros e não permitem que a derme respire corretamente. A médio prazo, a pele perderá a viscosidade, o brilho, se tornará mais oleosa e o envelhecimento acaba sendo acelerado. Isso, sem contar que pode causar irritações nos olhos, também”, adverte. E finaliza: “Abuse do protetor solar!”.