A Casa de Leodegária é uma iniciativa cultural independente que tem por objetivo hospedar artistas nacionais e estrangeiros de diferentes linguagens interessados em experimentar processos de criação ou apresentar seu trabalho na cidade de Goiás. Desta forma, pretende-se fomentar o intercâmbio entre artistas visitantes, artistas locais e o público vilaboense.

Tendo por base física a casa onde viveu a escritora Leodegária de Jesus, a proposta do espaço é a de realizar ações relacionadas aos artistas visitantes, como vivências, oficinas, palestras, apresentações, mostras e exposições, seja em suas próprias instalações, seja em outros espaços da cidade.

As atividades promovidas pela Casa de Leodegária são selecionadas pelo artista plástico Gabriel Caetano, diretor e curador do espaço cultural, em parceria com Carlos Cipriano, cineasta e professor de audiovisual do IFG – campus Cidade de Goiás.

Leodegária de Jesus (1889-1978) nasceu no dia 8 de agosto, em Caldas Novas. Morou em Goiás no início do Século 20, quando a cidade ainda era a Capital do estado. Na casa de número 9 da antiga Rua das Violas (atual Rua Senador Caiado), Leodegária viveu até 1910, mudando-se de Goiás para Catalão e, dali, para Minas Gerais. Foi nesta casa que a adolescente Leodegária de Jesus escreveu a obra “Corôa de Lyrios” (1906), tornando-se, aos 17 anos, a primeira mulher goiana a publicar um livro de poemas.

Vitor Noah em concerto na Igreja D’Abadia e outras ações em agosto

 

Em homenagem aos 130 anos de nascimento da poetisa goiana Leodegária de Jesus, a Casa de Leodegária promoverá um concerto do premiado violonista Vitor Noah na Igreja de Nossa Senhora D’Abadia, na quinta-feira do dia 8 de agosto, às 20 horas. Outras atrações culturais estão programadas para o mês, como a projeção de longas-metragens goianos no Cineteatro São Joaquim. Serão exibidos os premiados “Terra e Luz” (2017), de Renné França – destaque no Fantaspoa, o maior festival de cinema fantástico da América Latina; e “Vermelha” (2019), de Getúlio Ribeiro, vencedor da Mostra Aurora – principal sessão competitiva da Mostra de Tiradentes. Ambas as sessões serão seguidas de debate com os diretores dos filmes.

O concerto de Vitor Noah será gratuito e aberto à comunidade vilaboense, sendo metade de seu repertório integrado por Johann Sebastian Bach e Fernando Sor, e a outra metade por música brasileira, entre Villa-Lobos, Cláudio Santoro e R. Marino Arcaro – jovem compositor que dedicou a Vitor Noah um livro de 10 prelúdios para violão solo. O violonista e o compositor trabalham, no momento, em um novo concerto para violão e orquestra, com première agendada para 20 de setembro, no Royal Academy of Music.

Goianiense, Vitor Noah formou-se em violão pela UFG, em 2014. Estudou música em instituições de ensino dos EUA e da Espanha, fez seu primeiro mestrado em uma universidade da Áustria e, atualmente, cursa seu segundo mestrado na Inglaterra. Vencedor das maiores competições de violão do Brasil, como Concurso Villa-Lobos – Vitória (2013), Concurso de Violão do MASP – São Paulo (2012), e 2º colocado em competições internacionais, como Concurso Internacional de Guitarra Villa de Aranda (Espanha) e J.S. Bach Guitar Competition Reisbach (Alemanha). Em 2018, Vitor foi laureado com o primeiro prêmio no David Russell Guitar Award (Londres).

Serviço:

Concerto – Vitor Noah (violão)

Local: Igreja D’Abadia

Endereço: Rua Senador Eugênio Jardim – Cidade de Goiás

Data: 8 de agosto de 2019 (quinta-feira)

Horário: 20 horas

Entrada franca

Contato: casadeleodegaria@gmail.com

Redes sociais: instagram.com/casadeleodegaria