Que “Vem Vem”, música de Marcelo Jeneci em feat com Muse Maya, é uma delícia e nos transporta para uma atmosfera leve e alegre, todo mundo sabe! A novidade é que a faixa, que faz parte do álbum “Guaia” de Jeneci – ouça aqui – lançado pelo selo slap, da Som Livre, e indicado ao Grammy Latino 2020 na categoria Melhor Álbum de Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa -, acaba de ganhar um clipe à altura, super colorido e festivo – assista aqui. E ninguém melhor que o criador para definir sua criação: “‘Vem Vem’ é um convite para uma festa encantada”, sintetiza o artista. E basta ouvir e assistir para concordar.

Sobre a criação da música, ele conta: “Foi na busca da batida perfeita que encontramos o lugar de força da canção. Ela dá vontade de dançar porque tem nela a sambada, o funk, a banda de píffano de Caruaru, o twiste dos anos 50, o pagode… Um Brasil multi cor e sabor, no mesmo território.”

A energia de “Vem Vem” está presente em cada detalhe do clipe, que foi gravado seguindo todos os protocolos sanitários indicados para a prevenção contra a transmissão do novo coronavírus. Além da elegante brasilidade de Marcelo Jeneci, Muse Maya, assim como na música, também é responsável por seu quinhão na potência do audiovisual. À frente da direção da obra, Sandiego Fernandes – da produtora carioca BLAKKSTAR – acrescentou sua expertise adquirida no nicho de música urbana à mistura. O resultado é um vídeo que expõe uma nova faceta do artista, que se arrisca até nas coreografias, rodeado por um elenco super diverso.

“A parte da dança foi totalmente novidade pra mim. Na adolescência fui aquele que ficava encostado na parede, ao invés de ir pra pista. Mas quando a pista chama, eu vou! No clipe, nós quisemos que a coreografia fosse interpretada pelo corpo de balé, sem que eu e Muse Maya tivéssemos que garanti-la também. Mas diante da energia de tanta exuberância em cada artista convidado, não teve parede que me segurou”, conta Marcelo Jeneci a respeito da gravação do videoclipe. “Precisamos da pulsão de vida para continuar a jornada. Nossa alegria tem de ser preservada. E mesmo diante da tragédia, a percepção de nossa bem aventurança é saúde, é justo e nos resgata”, completa ele acerca de suas motivações para lançar um clipe tão festivo no momento atual.

E para os fãs do Jeneci, além do clipe de “Vem Vem”, outras boas novidades seguem à vista para 2021. “Vêm por aí novos singles com propósito de celebrar a cultura brasileira. Nossa vontade de dançar, de flertar, de fazer festa não passou e por hora precisa acontecer apenas no encantado”, conclui o artista.

Clipe “Vem Vem” – Marcelo Jeneci feat. Muse Maya

Lançamento slap/Som Livre – 07 de maio/2021

Letra “Vem Vem”:

Quando você chega

Fico olhando e te marcando

Sei que desse jeito

Eu acabo me explanando

Por onde você passa

Vou desenrolando

Teu sorriso, teu balanço

Teu radar tá me chamando

Então vem, vem

Me diz se você quer também, bem, bem

Saber o que a gente tem

Vem, vem, vem

Me diz se você quer também, bem, bem

Saber o que a gente tem

Por onde eu vou passando

Cê tá olhando e me marcando

Sei que desse jeito

Tu acaba se explanando

Finjo que não vejo

Meia volta vou jogando

Não olha desse jeito

Assim cê tá me acelerando

Eu não corro não

Espera pra me ouvir depois desse refrão

Espera pra me ouvir

Eu não corro não

Espera pra me ouvir depois desse refrão

Espera pra me ouvir

Dançando sem querer querendo

O baile vai acontecendo

A gente se toca

Sem se tocar

A minha vida chama a tua

A tua vida chama a minha

Deixa o nosso fogo se espalhar

Tô pegando gosto

Com você me cozinhando

Nosso tempero é forte

E a gente se dá sorte

Esse jogo é bom

A cada passo avança

Se liga aqui no som

Não é grilo é esperança

Então vem (vou) fe(chou)

Nem (sei) quem (sou)

Beijou (colou) hum, hum, hum

Agora vem, vem, vem

Eu sei que você quer também, bem, bem

Pra gente ir um pouco mais além

Dançando sem querer querendo

O baile vai acontecendo

A gente se toca

Sem se tocar

A minha vida chama a tua

A tua vida chama a minha

Deixa o nosso fogo se espalhar

Ai, ai, ei

Sei que você quer também

Ai, ai, ai, ei

De s… De saber o que a gente tem

Vem (vem), vem (vem)

Vem, (vem, vem), vem

Vem, vem

Sobre o slap

O slap faz parte da vida de quem busca novas experiências musicais e orgulha-se de, desde 2007, fomentar a cena indie e abrir as portas do mercado para novos artistas. Sua missão é potencializar e empoderar a cena musical independente do país, incentivando o midstream e fazendo com que novos sons, originais e arrojados, cheguem a cada vez mais pessoas. O slap carrega em sua história grandes lançamentos de nomes como Maria Gadú e Scalene. Seus representantes têm todos a autenticidade como característica, e entre eles estão Céu, Jonathan Ferr, Luthuly, Marcelo Jeneci, Maria Gadú, Gustavo Bertoni e Scalene.