A pandemia do novo coronavírus trouxe mudanças na vida social das pessoas, principalmente por conta das recomendações de isolamento social para conter a disseminação do vírus. Com isso, muitos mudaram suas rotinas e começaram a buscar saídas, como, por exemplo, práticas de atividades físicas em casa.

A professora do curso de educação física da Estácio Goiás, Linda Moreira, lembra da importância de se exercitar, mesmo no isolamento, e dá dicas de exercícios práticos e rápidos. Mas antes das dicas, Linda ressalta: “É importante respeitar os limites do seu corpo, pois as atividades são feitas sem supervisão. Caso você sinta dor ou cansaço, melhor parar e descansar, principalmente quem não tem costume de se exercitar.”

Neste tempo de isolamento é necessário que as pessoas não fiquem paradas, e hoje é possível ter acesso a conteúdo on-line de graça. “É importante que todos saibam que podem e devem continuar treinando durante esse período, inclusive para manter a imunidade alta e não retroceder no progresso físico que já conquistaram”, explica a professora da Estácio.

A profissional de educação física destaca ainda que é essencial separar um horário, colocar tênis e roupas adequadas para o treino e dá dicas de exercícios que podem ser feitos   durante este período. As atividades sempre devem ser precedidas de um aquecimento de 5 a 10 minutos (caminhadas leves, alongamentos) para se evitar lesões.

  • Suba e desça escadas;
  • Faça agachamento;
  • Flexões de braço;
  • Medite para manter a mente em equilíbrio;
  • Pule corda;
  • Corra em volta da casa ou caminhe em seu condomínio;
  • Faça esteira (se tiver em casa);
  • Evite passar muito tempo sentado ou deitado;
  • Pesquise e aproveite aulas online com fontes confiáveis.

Em uma rotina sem agitação esses cuidados podem ser uma maneira de manter a saúde e ocupar a mente. “Invista em atividades leves para evitar lesão, pois agora é o momento de aumentar a imunidade e resistência do seu corpo”, finaliza.