Entrevista: Pastor Edson Santana

2646

O site O Confessionário  entrevistou o Pastor Edson Santana, que  carinhosamente falou sobre Jesus, Homossexualidade e Amor. Vejam abaixo o que pensa um pastor evangélico gay sobre a afirmação de alguns religiosos que afirmam que a homossexualidade é pecado.

Vejam a entrevista completa abaixo:

O Confessionário: Em primeiro lugar gostaríamos de agradecer a sua imediata disposição em nos receber para falar sobre sua vida e sua fé.

Pastor Edson Santana: Imagina, eu que agradeço a oportunidade.

O Confessionário: Nos conte um pouco sobre como começou a luta contra a homofobia na sua vida?

Pastor Edson Santana: Por sofrer na pele. Nada melhor do que você ser discriminado para você sentir o que as pessoas sentem. A maneira que eu reagi no passado não foi uma maneira correta, muitas vezes. Eu me estressei, digamos assim, por agir da maneira que eu agia. O que eu quero hoje é deixas as pessoas com consciência, consciência dos seus direitos, do que você quer, do que você sabe. Um exemplo é o que eu digo para todo mundo: Dizem que a Aids é uma doença gay. A aids é uma doença mundial, não interessa se você é gay ou não. Você está sujeito à contaminação. E hoje na igreja nós trabalhamos com a prevenção. Por quê? Porque nós trabalhamos com muitas pessoas doentes e sabemos das necessidades de todo mundo. A falta de trabalho, o preconceito, a discriminação gerada por essa saúde. Então eu não quero o mal do meu próximo, do meu irmão. E é por isso que eu luto nesse ponto, combatendo a homofobia.

O Confessionário: E de onde surgiu a ideia de uma igreja GLS?

Pastor Edson Santana: A igreja inclusiva surgiu a mais de 40 anos nos EUA através de um pastor de uma igreja fundamentalista (o reverendo Troy). Esse reverendo sentia que havia algo de errado dentro da igreja, principalmente com relação à homossexualidade. E olha que naquele tempo a homossexualidade era chamada de homossexualismo, no sentido de doença. E hoje nós sabemos que esse não é o caso. Inclusive existem estudos que provam que isso é genético. Que vem desde a minha formação uterina. Que eu já fui gerado homossexual. Isso os estudos ainda não provam com certeza mas estão tentando fazer isso.

O Confessionário: E aqui no Brasil? Existem muitas delas?

Pastor Edson Santana: No Brasil ela está presente em cidades de grande porte como São Paulo, Rio, Salvador… eu conheci a igreja inclusiva fora daqui e depois me relacionei com o amigo de um pastor em Brasília de uma outra denominação, também inclusiva, e comecei a estudar mais – já estudava antes – a curiosidade foi aguçada. Já fiz seminário evangélico mas nunca pude ser denominado pastor por ser gay. Então começamos a estudar mais e levantar essa bandeira. Não houve um acordo para trazer essa igreja para Goiânia, foi quando nós em Goiás (Goiânia e Anápolis) resolvemos criar a igreja que hoje existe, que é a Igreja Renovada Inclusiva para a Salvação (Igreja IRIS). A nossa igreja não tem nenhum tipo de preconceito. Então pode o heterossexual e todo o tipo de homossexual (gay, travesti, lésbica, gay mais afetado etc.) frequentar. Todos são muito bem vindos.  Hoje o nosso grupo ainda é pequeno, mas nós temos a composição de gays, lésbicas, heterossexuais, casais héteros dentro da nossa igreja. Muito respeito. Temos famílias, amigos, conhecidos, pessoas curiosas. Nós temos trabalhado muito a evangelização através da internet (Orkut, Msn, e-mail). Todas as dúvidas podem ser tiradas online. Mas quando não conseguimos nós podemos marcar um bate-papo ao vivo, em lugar público. Aí o pastor sempre vai acompanhado de uma pessoa. A ideia é de que você vá também. Para que não haja constrangimento.

O Confessionário:  E a relação com as outras igrejas evangélicas?

Pastor Edson Santana: É um absurdo como muitas igrejas fundamentalistas chegam e falam “Igreja GAY, que absurdo” e não é um absurdo. A bíblia diz que Deus não faz acepção de pessoas. O versículo que nós utilizamos na nossa igreja é Romanos 2:11 diz “pois, para com Deus não há acepção de pessoas”. Então porque eu sou lésbica ou gay ou travesti eu estou separado do amor de Deus? E a bíblia ainda diz “venha como você está”. E Jesus ainda disse “vinde e pregai o evangelho para toda criatura”. O gay, a lésbica e o heterossexual são todos criaturas de Deus. Merecem o amor de Deus, de Jesus. O perdão que Jesus nos deu.

O Confessionário: O que o senhor acha da “cura gay” promovida por muitas igrejas evangélicas?

Pastor Edson Santana: Eu não sou doente. Já chegou pastor em mim com as mãos para me ungir e “expulsar” o demônio de mim e eu disse “saia você de perto de mim porque eu sou filho de Deus, templo do Espírito Santo de Deus e onde o Espírito Santo de Deus está não cabe nenhum demônio”.

Onde nós vamos hoje em dia, nós vemos homossexuais. Nós vemos homossexuais atuantes em todas as carreiras. Eu estive lendo a respeito, existe uma pesquisa sendo feita no Brasil em parceria com institutos de pesquisa e a Casarão Brasil (http://www.casaraobrasil.org.br/) que é uma entidade LGBT de São Paulo, e eles estão fazendo o seguinte, (perguntando) “quem é você”? “Você é profissional? Qual a sua formação? Você gera empregos? Quantos empregos? Quando que você paga de imposto?” etc. Isso é para provar para o Brasil quem nós somos. Quem sabe através disso essa homofobia mascarada, deslavada que existe seja um pouco amenizada. Acabar gente (não vai). Nós temos mais de 115 anos de abolição da escravatura e ainda temos escravos (sociais) por conta da cor. Porque o que existe hoje, esse preconceito, esse racismo é exatamente em cima desse escravo que ele foi. É uma discriminação velada. Muitas coisas sobre o racismo e a homossexualidade tem que ser revistas, principalmente lá no seu íntimo, pergunta você para Deus “Isso é certo? Eu quero que o senhor fale comigo” e Deus fala com você.  Olha a bíblia é bem clara “maldito o homem que confia no homem”. Se você está confiando em alguém que está excomungando um gay, uma lésbica, você está amaldiçoado. Quebre essa maldição na sua vida. Confie em Deus (e não no homem). Ouça a voz de Deus na sua vida.

O Confessionário: Já aconteceu de você ter na sua comunidade alguém que aceita a orientação sexual do outro, mas quando descobre que algum familiar é homossexual, se revolta?

Pastor Edson Santana: Já. Muito. Quem é ativista LGBT há tanto tempo como eu já viu muito isso. E existem casos fantásticos, maravilhosos, como uma mãe liga – como aconteceu há pouco tempo – e fala “Edson, eu tenho uma coisa para desabafar com você e eu queria saber como eu vou agir, porque até agora eu não me pronunciei e isso já tem uma semana. O meu filho, de 13 anos, se declarou homossexual pra mim e pro pai. O que nós fazemos?” E eu sentei e bati um papo com essa família. Isso já aconteceu há mais de 5 meses e hoje eles vão muito bem, obrigado.

O Confessionário: Pastor, e o que você diz daquela frase muito famosa, que gostam de usar na bíblia de que “não te deitarás com outro homem”?

Pastor Edson Santana: E você sabe por que Sodoma e Gomorra foi destruída? O pecado de Sodoma e Gomorra foi a falta de hospitalidade. Não a sexualidade. Começamos por esse ponto. A falta de hospitalidade que na tradução original não foi colocada exatamente dessa forma. O grande problema da bíblia na língua portuguesa em específico (que ela sai da versão original em hebraico e é traduzida para o inglês, que tem uma gramática muito limitada e depois é retraduzida para o português). Tanto as línguas originais quando o nosso português tem mais palavras que o inglês. Então tem palavras com erro de tradução. Existe também lá atrás, no velho testamento, essa citação mesmo que você falou (para não se deitar com outro homem). Romanos cita muito isso, Levítico também. E existe uma linha de raciocínios de você partir para os textos originais e, se traduzir diretamente do texto em hebraico, ver que tem trechos com erro de tradução que não querem dizer absolutamente nada do que estão dizendo.

Pastor Edson Santana:  O importante é propagar o amor e não o ódio, que é um dos dez mandamentos, É o Cristianismo da forma correta que todos deveriam exercer.

É o grande mandamento dado por Jesus. Você deve amar o seu irmão como você se ama e como você ama a Deus. Porque muitas pessoas não tem amor próprio. Então uma pessoa que não tem amor próprio ela não vai conseguir amar o seu irmão.

O Confessionário: Qual recado você deixa pra quem não conhece a igreja inclusiva ainda?

Pastor Edson Santana: Se você tem dúvidas, e muitas vezes falta às pessoas coragem de ir pessoalmente e etc., entre em contato com a gente por e-mail, por Orkut.  Todas as suas dúvidas serão esclarecidas. Mas não se esqueça: Deus ama todo LGBT. A sua condição sexual é dom de Deus.

O Confessionário: E onde é a igreja aqui em Goiânia?

Pastor Edson Santana: Hoje nós estamos sem sede. Nós estávamos em um espaço cedido mas tivemos que sair e hoje estamos procurando um lugar para alugar.

O Confessionário: O senhor não acha que seria a hora de procurar a ajuda de algum político?

Pastor Edson Santana: Eles poderiam abraçar essa idéia, mas os recursos eu sei que são poucos. Por conhecer um pouco da situação política brasileira, inclusive pela situação financeira, eu acho difícil algum político bancar isso. Mas para um político hoje ir aceitando a condição dos heterossexuais, de uma igreja inclusiva por exemplo, caso ele coloque o nome dele a frente de um projeto desse ele pode se queimar com o público homofóbico e pode acabar perdendo eleitores. Então caso ele resolva fazê-lo, caso algum político esteja lendo isso eu digo: faça! Contribua com uma igreja inclusiva mas não coloque o seu nome porque você pode perder eleitores. Preserve-se.

O Confessionário: Mas isso não gera um receio para as pessoas que querem ajudar?

Pastor Edson Santana: No Brasil existe racismo? Hoje ela é mascarada. Da mesma forma ainda existe a homofobia mascarada. Existem pessoas que não declaram mas no seu intimo pensam “aquele político ajuda aquela igreja de veado, ele financia aquele projeto daquela ONG, aquela pouca vergonha lá”. E aquela “pouca vergonha” que atire a primeira pedra quem não tem um caso de homossexualidade na sua família. Existe uma frase muito antiga que diz que nós somos milhares e estamos em todos os lugares. Eu assino embaixo e abaixo de mim e acima de mim existem várias assinaturas.

O Confessionário: Nós agradecemos imensamente a entrevista e gostaríamos de deixar seus contatos para aqueles que foram tocados por suas palavras.

Pastor Edson Santana: Eu que agradeço.

Contatos Pastor Edson Santana:

Tels: 8242.0738 / 8594.3669 / 9199.3774 / 9687.6567

Site: http://www.igrejairis.org.br/ (Em construção)

Msn: edsonreinaldo1@hotmail.com

Entrevista: Leonardo Portela

Apoio Técnico:  Gilvan Oliveira

Colaboração: Roldão Barros