Férias escolares, com a criançada em casa cheia de energia, os pais devem redobrar a atenção. Segundo dados do Ministério da Saúde as lesões não intencionais (quedas, queimaduras, obstruções de vias aéreas etc.) são responsáveis por cerca de 5 mil mortes por ano e são consideradas a principal causa de morte entre crianças e adolescentes de até 14 anos. Mas grande parte dessas ocorrências pode ter um desfecho diferente se pais e responsáveis estiverem atentos a alguns cuidados de primeiros socorros com os pequenos.

Esclarecer e passar dicas importantes que podem salvar a vida de bebês e crianças pequenas diante de acidentes domésticos é o objetivo de uma palestra que será realizada nesta sexta-feira, 12/07, na sede Seconci Goiás – Serviço Social da Indústria da Construção no Estado de Goiás, sobre “Técnicas de Primeiros Socorros em Bebês e Crianças”. De acordo com o cabo do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBM-GO), Marcelo Mariano Araújo Pinheiro, quem irá ministrar a palestra aos pais, os acidentes domésticos com bebês e crianças aumentam de 20 a 25% durante os períodos de férias.

O evento marca o encerramento da 4ª edição do projeto Mamãe & Papai Corujas, iniciativa anual do Seconci Goiás, que visa preparar grávidas e mamães e papais para os cuidados com os bebês, durante a gestação e logo após o nascimento. Cerca de 15 mamães e papais participam desta edição do curso que foi realizado ao longo de sete encontros semanais, na sede do Seconci Goiás. E nesta sexta-feira são esperados mais de 50 convidados para a palestra, entre participantes da edição atual e da anterior e filhos dos mesmos.

Afogamento e engasgamento

De acordo com o cabo Marcelo, que também é educador físico e especialista em mergulho autônomo, em resgate pré-hospitalar e condução de veículos de emergência pelo CBM-GO, os afogamentos são os principais acidentes que ocorrem neste período de férias com crianças de até 10 anos. Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria esta é a segunda maior causa de mortes de crianças até essa idade. Já na faixa etária de até 1 ano, o maior índice é de sufocamento, que pode ocorrer com a ingestão de alimentos ou de objetos, entre outros.

“Orientações sobre como proceder em casos de sufocamento serão um dos destaques da nossa palestra pois este tipo de acidente corresponde a cerca de 80% de ocorrências com bebês de até 12 meses”, enfatiza o especialista. Para os presentes na palestra serão ensinadas técnicas de manobras para socorro nos casos de engasgamento como a Heimlich ou popularmente conhecido como abraço da vida e da tapotagem, em que se usa os tapinhas nas costas.

Segundo ele, em geral, as dicas para os pais evitarem acidentes com as crianças nestas férias envolvem não deixá-las desassistidas em tempo algum, pois o acidente acontece em fração de segundos. “É preciso manter sempre o contato visual com as crianças. Para os pais que têm crianças pequenas, que estão na fase oral – aquela em que o bebê explora objetos levando-os à boca -, é importante evitar uso de brinquedos que soltem peças pequenas, que posam ser engolidas”, alertou.

Susto vencido 

Muitas vezes, papais e mamães sofrem com sustos e sem saber como lidar com a situação acabam por pedir ajuda ao serviço de emergência. Foi o caso da Gleyce Kelly Ferreira Silva Nascimento, de 27 anos. Ela é mãe de  dois meninos, um de 4 anos e outro de sete meses e conta que buscou ajuda dos bombeiros por telefone em um caso de queda brusca de temperatura e pressão de um de seus filhos após ela ministrar um antitérmico.

“Isso aconteceu após uma vacinação. Ele sentiu febre e eu dei um remédio para abaixar a temperatura, mas a queda foi forte e meu bebê ficou fraquinho e muito frio, com temperatura em torno de 34º C. Fiquei muito preocupada e, sem saber o que fazer, liguei para o 193. Fui atendida prontamente, sendo orientada pelo telefone mesmo a aquecê-lo e logo ele melhorou”, relembra ela que agora, após as orientações recebidas inclusive durante o Projeto Papai e Mamãe Corujas, do qual foi participante juntamente com o esposo Rai Nascimento da Silva, se sente bem mais habilitada para agir nestas situações.

Serviço

Assunto: Palestra Técnicas de Primeiros Socorros em Bebês e Crianças

Data: 12 de julho de 2019.

Horário: a partir das 14h

Local: sede do Seconci Goiás, situada à Rua C-136, nº 681, Qd. 307, Lt. 20/21, Jardim América, Goiânia-GO.