“Pessoas que estão mudando o mundo”, esse é o tema central do Fórum Global de Educação e Habilidades que acontece de 22 a 24 de março, em Dubai (EAU). O evento reúne os principais líderes do setor público, privado e social do mundo e busca compartilhar, debater e moldar novas formas de educação para transformar o mundo.

Serão mais de 100 palestras ligadas a diversos assuntos da área com apresentação de histórias de sucesso que mudaram o cenário da educação. Também serão apresentados temas como tolerância, resiliência, desenvolvimento de habilidades, metodologias educacionais do Japão e da China, além do que o sistema educacional precisa fazer para não se desconectar com as mudanças globais.

Com a visão que só a educação pode transformar o mundo, a educadora e diretora da Escola Ethos em Goiânia, Jullyana França, participou de um processo seletivo e foi convidada para o evento. Ela é uma das únicas brasileiras que estará no Fórum. “Sou fundadora e gestora de uma escola infantil e meu objetivo em participar de um dos maiores eventos de educação é aprender, compartilhar conhecimento e me relacionar com professores e educadores que fizeram algo diferente. Pois a capacidade de uma escola competir com o mundo moderno depende da qualidade do ensino que você oferece”, destaca Jullyana.

A educadora reforça ainda que a evolução de um país se mede pela qualidade da sua educação. “Em um tempo tão desafiador, com grandes mudanças, poder partilhar de ideias e experiências é uma forma de encontrar novas soluções e contribuir para o desenvolvimento da educação no Brasil”, reforça.

O Fórum finaliza no dia 24 de março com a premiação do Global Teacher Prize, que reconhece o trabalho excepcional que os professores fazem em todo o mundo. 10 educadores estão concorrendo como o melhor do mundo e uma brasileira está entre eles. O evento é uma iniciativa da Fundação Varkey, que acredita que toda criança merece um professor inspirador e que a educação é a chave para resolver as questões globais.