Inspiração em projetos arquitetônicos de Nova York, Tóquio e São Paulo estão chegando em Goiânia. E essa tendência será  apresentada pela FR Incorporadora e URBS RT na noite desta quinta, 22 de novembro, durante o lançamento do ID Vida Urbana, residencial que traz para a capital os conceitos dos novos caminhos que as moradias brasileiras devem trilhar nas próximas décadas.

Instalado na Rua 5 do Setor Oeste, o empreendimento tem previsão de entrega para 2022. O estande de vendas com dois apartamentos decorados, de 47,97 e 67,98 metros quadrados, foram abertos e apresentados para um grupo de formadores de opinião na última quarta-feira (21), que puderam degustar de drinks que levam cafés especiais como principais ingredientes, oferecidos pela Café S/A, dos empresários André Rebustini e Ludmilla Borges. A cafeteria irá funcionar no local a partir do início de dezembro deste ano.

A novidade arquitetônica, assinada pelo arquiteto Alexandre Leite, trabalha com a ideia de espaço compartilhado que extrapola as áreas de lazer, apresentando halls temáticos que fogem do aspecto de corredores de acesso e disponibilizam aos apartamentos lobbies que permitem experiências de convivência ainda inéditas em edifícios residenciais de Goiânia.

Os arquitetos Adriana Mundim e Fernado Galvão assinam a tematização dos nove espaços com decorações direcionadas para leitura, galeria de arte, inspiradas na natureza, coworking, tema geométrico/lúdico, lounge de convivência, espaço futurista e zen. “Os átrios, com pé direito quádruplo, serão uma espécie de quintal dos apartamentos, com área de 150 metros quadrados e 5,76 metros de altura. Vão iluminação e ventilação natural aos halls compartilhados”, destaca o diretor da URBS RT Lançamentos Imobiliários e  especialista imobiliário, Ricardo Teixeira.

Além de viagens nacionais e internacionais de uma equipe multidisciplinar para ajudar na concepção do projeto, um estudo foi realizado pelo sociólogo gaúcho Martin Haag e apontou que o goianiense sempre foi aberto a novidades. “O ID atende ao perfil crescente de pessoas que vivem sozinhas e casais sem filhos. Além disso, o projeto promove o uso  racional dos espaços, focando naqueles moradores que querem aproveitar a cidade”, assegura a gerente de marketing da FR Incorporadora, Ana Flávia Canedo.

Com 42 pavimentos, as áreas de lazer serão construídas no segundo pavimento e no terraço, todos com uso intenso de verde, cujo projeto de paisagismo leva a assinatura de Guilherme Takeda. No térreo, malls, totalmente independentes, irão oferecer serviços e produtos para facilitar a vida do morador. E no segundo pavimento haverá um parque suspenso privativo com 740 metros quadrados, com árvores frondosas e espelho d’água com queda de seis metros de altura. “Tudo baseado em conceitos da biofilia, que explica cientificamente a importância dos ambientes naturais no dia a dia das pessoas”, argumenta Ricardo Teixeira.