Que Goiânia é a capital da música sertaneja, isso ninguém pode discutir. A cada dia que passa mais artistas de outras regiões migram para Goiás em busca da realização de um sonho, crescer na música. Alguns conseguem se destacar, esse é o caso de Jennifer. Ela, que veio do sul do Brasil, chega para ser um diferencial entre as vozes femininas.

A paixão de Jennifer pela música surgiu quando criança, ela cantava todas as trilhas sonoras de desenhos animados, novelas e filmes. Jennifer cursou teclado, violão e após isso ingressou na faculdade de música, onde cursa na Universidade Federal de Goiás (UFG). “No começo meus pais não queriam, então cursei e me formei em química de alimentos, porém aos 17 anos comecei a fazer shows e então nunca parei, mesmo cursando outra faculdade, já hoje faço duas coisas que gosto muito, que é cantar e também o curso de música que sempre quis”, explicou a cantora.

Em agosto completa um ano que a cantora está em Goiânia, e, nesse meio tempo, ela gravou o novo trabalho, intitulado “Jennifer – Ao Vivo em Goiânia”, que terá seu primeiro clipe divulgado no próximo dia 29 (quarta-feira). “Eu decidi vir para Goiânia em fevereiro do ano passado após abrir o show da dupla João Neto e Frederico, naquele dia conheci eles, cantei no show e logo após eles me convidaram para ir ao camarim.  Lá eles pediram pra eu tocar tudo o que tinha de autoral, e então me disseram que eu cantava muito bem e deveria ir morar em Goiânia pois havia maior chance de crescimento”, contou Jennifer.

O palco é sua segunda casa. Jennifer se reinventa musicalmente a cada apresentação. O sonho de chegara os grandes palcos ganhou forma quando ela passou a participar de programas de TV como Domingão do Faustão na Rede Globo, Máquina da Fama no SBT, Legendários e Hora do Faro da Rede Record.  A mistura do sangue gaúcho com a paixão goiana pelo sertanejo tem tudo para abraçar os palcos do Brasil.

Sobre suas metas, Jennifer explica que “como artista a meta é somar na vida das pessoas, seja qual for à maneira, o que me motiva é o amor. Amor pelo que faço e pelas pessoas. A música é a grande maneira que eu vejo de poder espalhar para o mundo o que eu carrego dentro de mim”.