Os números confirmam: Goiânia está se consolidando como um polo de moda. Só nos últimos três meses de 2018, e apenas da Região da 44, a movimentação financeira foi de R$ 2 bilhões. Nesse mesmo período, passaram pelo local cerca de cinco milhões de turistas de compras.  Com objetivo de qualificar os players desse mercado, que em sua maioria são pequenos empreendedores, o Estação da Moda lança, a partir de março, o Espaço Integrado de Moda. O local irá oferecer vários cursos de longa e curta duração, além de uma extensa programação de palestras, workshops, oficinas sobre temas ligados ao universo fashion.

 

O anúncio da novidade será feito durante um café da manhã, nessa sexta-feira, 22 de fevereiro, às 8h, pelos empreendedores do Estação da Moda, Paulo Roberto da Costa e  Fernando Maia. Eles também apresentaram aos lojistas e o público em geral várias outras novidades para o shopping, que passa a ter também no mercado atacadista da moda em serviços.

 

A nova escola de moda em Goiânia terá a coordenação da consultora Nélia Finotti, que já atuou como professora em vários cursos de Design e Moda em Goiânia. “Nossa intenção é promover essa interação entre confeccionistas locais, lojistas, compradores atacadistas de moda, estudantes ou mesmo quem gosta muito desse universo fashion com o meio acadêmico e vários centros de formação nessa área, como Senai, Senac, e os cursos de moda da UFG [Universidade Federal de Goiás], UEG [Universidade Estadual de Goiás], Unip [Universidade Paulista], a Universo, a própria Estácio de Sá, que funciona dentro do Estação da Moda, e outras que serão convidadas a participarem do projeto”, informa a consultora.

 

Os três cursos a serem oferecidos, cada um com um mês de duração, já foram definidos. São eles: Modelagem Básica, Planejamento e Desenvolvimento de Coleções, e o curso de Moulage. “Mas ao longo do ano, estaremos oferecendo outros cursos, alguns de três meses e outros mini-cursos, workshops e palestras”, completa a coordenadora do espaço. As  inscrições serão anunciadas em breve.

 

Loja âncora

Outra novidade que será anunciada nesta próxima sexta-feira pela direção do Estação da Moda é a inauguração, prevista para o mês de abril, de uma loja âncora, com mais de 1.600 m² e que terá foco 100% no atacado da moda. Será uma loja multimarcas com contratos com confeccionistas locais, disponibilizando a diversidade da produção goiana aos milhares de revendedores que chegam a Goiânia diariamente.

 

De acordo com o empreendedor responsável pelo projeto, Peterson Demes, o espaço trará um modelo disruptivo, apresentando uma nova forma de comercialização no atacado da moda. “Usaremos a tecnologia a serviço da praticidade. A ideia é nos tornar responsáveis pelas vendas para que os confeccionistas invistam seu tempo na produção de modelos”, explica.

 

Conforme o empreendedor, a loja âncora será pautada em uma experiência de compra no atacado com a mesma comodidade do varejo. “O comprador atacadista não encontrará pilhas de peças estocadas no salão de venda. O espaço será voltado para a exposição dos diversos modelos selecionados pela nossa especialista de moda. Durante a jornada de compra, todas as peças terão etiquetas com QR Codes que permitirá ao comprador escolher as quantidades, tamanhos e cores. Ao término da escolha das peças e finalização do processo de venda, através dos tablets das consultora ou através do próprio smartphone do cliente, o pedido será direcionado para o estoque central da loja. Será feita a separação e encaminhamento para a expedição onde será feito a conferência e entrega”, informa Peterson.

 

De acordo com o empreendedor Paulo Roberto Costa, um dos responsáveis pelo Estação da Moda, a ideia em convidar essa nova loja âncora para o empreendimento é atrair um novo fluxo de público para o shopping, que já está ampliando seu escopo de atuação no atacado. “Assim, o Estação da Moda se consolida como um espaço plural para atender a demanda da Região da 44 com varejo, atacado e serviços”, diz.

 

Sobre o Estação da Moda

Inaugurado em 2007, o Estação da Moda é o centro de atacado, varejo e serviços. Abriga mais de 350 lojas em funcionamento, praça de alimentação, um hotel executivo com 215 apartamentos e está situado no maior pólo de confecção e moda da Região Centro-Oeste, e o segundo maior do Brasil, a Região da 44.

Recentemente, o shopping ampliou seu foco de atuação oferecendo também serviços como os cursos da Faculdades Estácio de Sá, cuja a sede em Goiânia funciona dentro centro compras e um posto de vistoria credenciado pelo Detran de Goiás. O complexo comercial abriga também a ampla loja da Leroy Merlin, uma das maiores redes do Brasil especializadas em materiais para construção, acabamento, bricolagem, decoração e jardinagem.