“Isso tem que ser aplaudido”, disse o governador Ronaldo Caiado durante live transmitida em suas redes sociais, e veículos da Agência Brasil Central (ABC) e parceiros, nesta segunda-feira (13/04), ao elogiar a parceria do governo estadual com instituições de ensino superior para a recuperação de ventiladores pulmonares e monitores de sinais vitais (multiparâmetros) da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO). Os equipamentos, que estão em desuso por falta de peças que não são mais disponibilizadas no mercado, passam por procedimentos de manutenção e pela impressão 3D de peças, e serão usados para tratamento de pacientes com Covid-19 no Estado.
“São pessoas que estão buscando alternativas. Não é só esperar vir da China. Temos que criar maneiras de substituir, de improvisar certas situações e recuperar os respiradores que estavam parados e descartados”, enfatizou Caiado. Esse trabalho foi possibilitado após uma parceria entre o Governo de Goiás e a Escola de Engenharia Mecânica e de Computação da Universidade Federal de Goiás (EMC-UFG), que também conta com apoio do Instituto Federal de Goiás (IFG) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).
Os materiais necessários para a realização da manutenção e impressão das peças em 3D serão adquiridos com recursos da SES-GO. Desta forma, os equipamentos, que estavam nos hospitais da rede estadual e no almoxarifado da Secretaria, serão redistribuídos para os Hospitais de Campanha para o Enfrentamento ao Coronavírus (HCamp) de todo o Estado de Goiás.
Ronaldo Caiado ainda elogiou as confecções goianas que estão produzindo máscaras cirúrgicas para utilização em unidades de saúde, e de pano, para uso da população. “Não posso deixar de cumprimentar também as confecções que estão produzindo um número grande de máscaras, e isso passa a ter um significado ímpar para nós”, reiterou.
Restrições
Em relação à manutenção das medidas restritivas, o governador informou que, a partir do dia 20 de abril, haverá uma nova recomendação sobre quais segmentos da sociedade poderão retomar as atividades. “Vamos flexibilizar algumas atividades da área econômica para que voltem a trabalhar gradualmente”, anunciou. Segundo Caiado, entre as novas orientações estará o uso de máscaras.
“Terão que cumprir exigências para que seja dado tanto ao trabalhador quanto ao cliente a garantia mínima para não se contaminar, e uma delas é o uso da máscara. Colocar a máscara tem que ser um hábito neste momento que estamos passando”, concluiu.
A live com o governador é realizada de segunda a sexta-feira, a partir das 17h. Sob a responsabilidade da Rádio Brasil Central, a entrevista é transmitida pela RBC, por veículos parceiros, e pelas redes sociais do governador, no Facebook e Instagram.