Carnaval pede cores, brilho e adereços. Há quem queira se transformar em sereia, anjinha, diabinha, unicórnio, gatinha, palhacinha ou mesmo dar um UP e se jogar no universo de possibilidades. A produção para curtir o bloquinho não passa só pelo sapato confortável e pela customização do abadá. Na verdade, é a maquiagem a responsável pelo toque final e com uma pitada de criatividade, é possível montar combinações incríveis. 

O maior pré-carnaval de Goiânia não poderia deixar de fora a maquiagem, que é o arremate da produção. Por esse motivo, o empresário Rafael Campos, proprietário do Cerrado Bar e organizador do Bloco do Cerrado, convidou a empresária e maquiadora Débora Nascimento Ribeiro Menino para atender aos foliões do bloquinho com o que há de melhor na maquiagem. Esta é a segunda edição do pré-carnaval em que Débora e a equipe participam  e a empresária aposta que as cores são a bola da vez. “Acredito que o mais pedido será o olho colorido. Sem dúvida, é um realce para a produção. Temos a opção de incrementar com pedras e pérolas, mas por conta da durabilidade, a maquiagem marcante, vibrante e alegre deve ser o mais pedido”, explica. 

A empresária está organizando para que cinco ou seis profissionais atendam às foliãs e aos foliões. Cada maquiagem leva de 20 a 30 minutos para ficar pronta. “Conseguimos fazer a make de maneira mais rápida, porque não é uma produção muito elaborada e, normalmente, a pessoa já chega com a pele feita. Nós fazemos retoques e deixamos o look mais alegre e carnavalesco”, afirma. Débora Nascimento reforça que a equipe não fará penteados, escova ou babyliss.

Débora e equipe estarão em um camarim especialmente montado para atender quem estiver no Bloco do Cerrado. Os atendimentos vão começar a partir das 11h, do dia do evento (15/02), no local da concentração, que será no Cerrado Bar, próximo ao Parque Vaca Brava, e dispensam agendamento.