Desde a descoberta do novo Coronavírus, a população no mundo inteiro tem contado com a dedicação e o trabalho incansável de inúmeros profissionais essenciais. São trabalhadores que contribuem para o bem-estar de todos, como os profissionais de saúde, entregadores e os caminhoneiros, que percorrem longas estradas para garantir o abastecimento de diferentes mercadorias nos estabelecimentos.

No Brasil, o McDonald’s realizou a entrega de aproximadamente 15 mil refeições para profissionais da saúde em mais de 28 cidades e está estendendo agora também essa iniciativa para caminhoneiros em diversas localidades. A ação teve início em Bauru, no interior de São Paulo, com o suporte da Polícia Militar Rodoviária e da Concessionária ViaRondon, na última segunda-feira, 30 de março. Ao longo dos próximos dias, a ação seguirá em Bauru e também será ampliada para outras regiões do interior de São Paulo, Rio de Janeiro e Tocantins, a partir de apoio dos Franqueados da rede no país.

A iniciativa faz parte do programa Bom Vizinho, um projeto de voluntariado e apoio à comunidade que tem mais de 15 anos de atuação, contabilizando mais de 100 mil ações. Por meio do programa, o McDonald’s busca utilizar sua escala e relevância para promover o bem. O incentivo ao voluntariado entre seus colaboradores, formados em sua grande maioria por jovens altamente engajados em contribuir de forma positiva nas regiões onde a companhia atua, já é uma tradição na companhia. Entre as iniciativas já realizadas, há desde a arrecadação de agasalhos, plantio de mudas, visita a asilos até a atual ação de doação de comida.

 

Medidas para segurança de seus colaboradores

Tendo como prioridade proteger a saúde e bem-estar de seus funcionários e clientes, a companhia implementou um comitê focado especialmente em monitorar e agir em torno de diversos assuntos relacionados ao tema.

A empresa estabeleceu um protocolo especial para a operação de seus serviços que serão mantidos, como Delivery e Drive-Thru, incluindo a demarcação de áreas de distanciamento social nos restaurantes, disponibilização de produtos para higienização das bolsas dos entregadores e lavagem de mãos, cuidado no condicionamento de produtos, além do reforço dos protocolos de higiene em todos os restaurantes da rede, como aumento na frequência da limpeza de equipamentos, ampliação do número de dispensers de álcool em gel, entre outras ações.

Além disso, entre as iniciativas já implementadas pela empresa, está o home office ou licença remunerada para seus colaboradores que pertencem ao grupo de risco, em todos os setores, inclusive restaurantes, e a recomendação de trabalho remoto para todos os funcionários da sede administrativa.

Apoio a micro e pequenos empreendedores

Acreditando na união de forças para que o país possa superar esse momento causado pelo novo Coronavírus, o McDonald’s decidiu apoiar micro e pequenas empresas do setor de alimentação no Brasil, abrindo turmas de formação gratuita e online voltadas a profissionais que atuam nesse segmento.

Os cursos contam com uma grade dividida em três pilares principais: Segurança Alimentar, Higiene e Desenvolvimento Sustentável, áreas em que a companhia é reconhecida internacionalmente por sua excelência. Essas são esferas fundamentais para garantir medidas de prevenção de contaminação por microrganismos, incluindo o novo Coronavírus.

A primeira turma contou com mais de 740 inscritos e teve início na última sexta-feira, 27/03, com o módulo básico de Segurança do Alimento. As inscrições para a próxima aula, que apresentará o módulo avançado de Segurança do Alimento e Higiene, ainda podem ser realizadas por meio do site https://trilhas.info/. A gravação de cada módulo está sendo disponibilizada na plataforma, para que os novos interessados possam acompanhar o conteúdo.

Confira a agenda das próximas aulas ao vivo:

02/04 – Segurança do Alimento e Higiene – Módulo Avançado

06/04 – Desenvolvimento Sustentável – Módulo I

08/04 – Desenvolvimento Sustentável – Módulo II