Após três meses fechados por imposição do período de isolamento social, os centros comerciais em Goiânia receberam autorização para voltar a receber o público. O Órion Shopping, na Avenida Mutirão, no Setor Marista, abriu desde ontem, das 12h às 20h, seguindo todas as determinações das autoridades para garantir a segurança dos clientes e evitar a propagação do coronavírus.

O Órion Shopping integra o Órion Business & Health Complex, que possui também o Centro Clínico e o Hospital Órion-Einstein Gestão Hospitalar, que já estavam recebendo pacientes, por isso, as medidas sanitárias já haviam sido implementadas e aperfeiçoadas em todo complexo. Ao entrar, o visitante tem a temperatura aferida e recebe de um funcionário, instruções quanto a obrigatoriedade do uso de máscaras e sobre o distanciamento social. Tapetes com produtos sanitizadores foram instalados nas entradas para garantir a higienização dos solados dos sapatos dos frequentadores.

Em todo o complexo foi instalado sinalizações de distanciamento e disponibilizados 200 pontos com álcool em gel para reforço da limpeza das mãos em todos os ambientes. A equipe de limpeza realiza constantemente a assepsia das superfícies dos pontos onde há maior fluxo de pessoas, como corrimões e elevadores. Nas recepções são realizadas desinfecções com atomizador e o ar de todo o prédio é renovado, mantendo as janelas abertas para circulação e com a troca diária dos filtros do ar condicionado.

Foram criados pontos de comunicação que informam sobre as formas de cuidado individual,  inclusive no elevadores, onde sobem no máximo quatro pessoas por vez. Outro ponto favorável do empreendimento são as catracas de acesso ao centro clínico com uso de QR Code para entrada. A tecnologia permite que não haja contato do usuário com o equipamento, já que sua abertura é automatizada para a passagem e o ticket é descartável.

De acordo com o recomendado no decreto municipal, o Órion Shopping adotará controle de entrada para reduzir a quantidade de consumidores em 30% de sua capacidade total. A praça de alimentação só funcionará no modelo pague e leve e o estacionamento não disponibilizará o serviço de manobrista. “O objetivo é evitar o contato entre colaboradores e clientes, mas nossa equipe está presente em toda área de estacionamento, do lado de fora dos carros, para orientar e direcionar o fluxo de veículos”, explica o  gestor condominial do Órion Complex, Alex de Paula Martins.

Alex explica que todas as ações foram realizadas com a orientação de um infectologista. Para orientar os lojistas, a administração do centro de compras emitiu um comunicado informando todas as medidas que precisam ser seguidas para o acesso dos clientes ao interior das unidades.  “Nesse novo momento, queremos que nossos visitantes se sintam ainda mais seguros”, destaca Alex.

A empresária Leandra Fleury, que tem uma boutique de roupas que leva seu nome, conta que aguardava ansiosa para abertura. “Com as clínicas abertas, sempre via as pessoas que vem para as consultas olhar nossa vitrine. É um pessoal que vem do interior, principalmente, e usa os serviços do shopping. Temos um fluxo de pessoas muito regular, sem tumulto, existe segurança”. A empresária conta que todo seu estoque e loja passou por uma higienização com um produto especial para roupas e superfícies, e dentro do estabelecimento ela também tem disponível alcool em gel para os visitantes. Será permitido entrar apenas um freguês por vez. “Já estamos antecipando uma promoção para atender os clientes”.