Manter o sistema imunológico fortalecido passa por uma série de fatores; um deles é a prática regular de atividade física. Mas como aliar isso aos cuidados decorrentes de um período pandêmico? Uma das melhores alternativas, ainda atento a certos protocolos, pode ser a natação, inclusive para as crianças – e há motivos para esta ser a sua escolha.

A natação pode ser considerada uma atividade física mais segura devido a diversos produtos químicos adicionados à água da piscina, como cloro, clarificantes, decantadores, entre outros. Esses compostos realizam diversas reações químicas que anulam o vírus da Covid-19“, explica Hildeberto Sobral, professor do curso de Educação Física da Estácio.

Mesmo sendo possível afastar o sedentarismo com uma forma mais segura de se exercitar, há uma série de cuidados que precisam ser tomados. Evitar as aglomerações ainda é o mais indicado para se prevenir. O ideal é manter horários agendados, conservar locais específicos para roupas e utilizar vestiários só quando estritamente necessário. O tempo de treino também deve ser reduzido para uma média de 40 minutos.

Pelas áreas de circulação do local, também se faz necessário a presença de totens com álcool em gel e tapetes para higienização. Nas entradas, é importante que a passagem seja aberta, sem catracas ou identificação por meio digital. “Nós, professores, também ficamos atentos ao local e ministramos as aulas da borda da piscina, sempre utilizando máscara e face shield“, reforça o docente.