Conhecido e já aguardado anualmente por profissionais da classe artística, o Prêmio do Humor, projeto de sucesso do humorista, ator, roteirista e empresário Fábio Porchat, anuncia uma novidade que é uma injeção de ânimo na aguardada retomada da cultura em 2022. Durante todo o mês de agosto será possível inscrever projetos teatrais no Prêmio do Humor – A Seleção através do site

O novo predicado no nome do evento tem motivo. Por que A Seleção? Em 2022, um Edital vai selecionar três peças de humor para receber um patrocínio de R﹩ 80 mil, cada. A ideia de Porchat é fomentar o humor e o teatro, no primeiro ano em que esperamos voltar a viver normalmente. “O humor salva! E depois de tantos anos de pandemia, a gente precisa fazer com que o humor esteja em destaque mais uma vez para salvar o máximo de pessoas possível”, acredita o humorista, que financia todo o projeto sem parceiros ou patrocínio.

As regras têm base na criatividade e na inclusão. Os espetáculos deverão ser inéditos, de comédia com temática livre e o elenco e produção com, no mínimo, 50% de pessoas pretas. “Acho fundamental que a diversidade esteja incluída em todas as áreas e também no teatro. Temos o dever de fomentar esta ação onde quer que você se envolva”, reforça Porchat.

Caberá aos jurados já conhecidos da premiação, a seleção de três textos para serem os premiados. O resultado deve ser revelado em dezembro, para que os projetos possam ter início em janeiro de 2022.

Em 2020, o Prêmio do Humor foi adiado de março para junho, por conta da pandemia. Mesmo assim, não perdeu seu charme e credibilidade adaptado ao formato online. Porchat apoiou a classe artísticas nas duas principais praças teatrais do país.

Sobre o Prêmio do Humor:

Criado em 2017, o Prêmio do Humor é uma iniciativa do ator e humorista Fábio Porchat é destinado aos melhores artistas e espetáculos teatrais de humor nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo.

O Prêmio do Humor tem como função celebrar a classe humorística – geralmente esquecida em premiações clássicas do teatro nacional – e acontece paralelamente em São Paulo e no Rio de Janeiro. Já prestou homenagens a nomes como Agildo Ribeiro (1932-2018), Berta Loran e Jô Soares.

A comissão julgadora é composta por cinco membros em cada cidade, entre artistas, críticos e personalidades ligadas ao teatro e ao mundo cultural brasileiro.

As categorias contempladas no Prêmio do Humor são:

• Melhor Texto

• Melhor Direção

• Melhor Performance

• Melhor Espetáculo

• Prêmio Especial

• Prêmio Homenagem

Os pilares do Prêmio do Humor são:

• Reconhecer e premiar projetos profissionais de comédia

• Incentivar a qualificação constante dos profissionais e espetáculos de comédia

• Resgatar e divulgar a memória do humor no Brasil