O caso Cambridge Analytica abalou as estruturas de várias gigantes da tecnologia. Quando foram descobertos os vazamentos de dados do Facebook a uma companhia que trabalhou na campanha da eleição de Trump, muitos outros segredos vieram à tona e nada mais foi o mesmo quando falamos sobre privacidade e segurança de dados. Agora, o documentário Privacidade Hackeada, da Netflix, mostra os detalhes desse episódio.

Antes, de mais nada, para quem não sabe exatamente do que se trata, um rápido resumo: a firma de análise de informações Cambridge Analytica vasculhou, manipulou e usou em seus trabalhos os conteúdos e contatos de vários usuários do Facebook, sem o consenso de ninguém. Esse material foi utilizado em conjunto com algoritmos, para criar um conjunto de ações para influenciar eleitores nos Estados Unidos e em vários outros países — em especial no pleito estadunidense de 2016 e no plebiscito sobre o Brexit.

As consequências ficaram tão sérias que depois disso foi criada a Lei Geral sobre a Proteção de Dados e empresas como Google, Facebook e Amazon vêm sendo muito questionadas nos últimos três anos sobre isso. A própria rede social foi multada recentemente em US$ 5 bilhões e realizou uma série de mudanças em acordo com o governo norte-americano. A própria Cambridge Analytica declarou falência.

Documentário tem foco em três personagens

Dirigido pelo oscarizado Karim Amer, do documentário musical A Um Passo do Estrelato, o filme acerta em selecionar três personagens — o assunto é recente e delicado, portanto, não há assim tantas fontes importantes que aceitam falar, a exemplo do próprio ex-CEO da Cambridge Analytica, Alexander Nix.

O professor David Carroll apenas quer saber o que aconteceu com seus dados e luta para conseguir transformar as informações digitais de todo mundo em direitos humanos — o que provavelmente traria consequências mais severas a quem usa nossos dados de forma irresponsável.

Privacidade Hackeada: novo documentário da Netflix explica caso Cambridge Analytica
Fonte: Netflix/Reprodução

Já Brittany Kaiser é uma ex-funcionária da Cambridge Analytica que depôs contra a empresa e foi peça fundamental para que fossem descobertos os abusos com mais de 87 milhões de contas do Facebook.

Privacidade Hackeada: novo documentário da Netflix explica caso Cambridge Analytica
Fonte: Netflix/Reprodução

E Carole Cadwalladr é uma jornalista britânica que acompanhou de perto o caso e foi finalista do Prêmio Pulitzer de 2019, justamente por conta de sua atuação nessa investigação.

Privacidade Hackeada: novo documentário da Netflix explica caso Cambridge Analytica
Fonte: Netflix/Reprodução

A partir de várias entrevistas e de recortes do que aconteceu, temos um panorama bem explicado sobre o que atualmente acontece com nossas informações e como o chamado Business Intelligence tem se tornado uma arma — que muitas vezes é usada por corporações e pelo próprio governo para que a “apontemos” uns para os outros, causando confusão e discórdia para nos distrair das verdadeiras causas e dos bilhões de dólares gerados com essa “guerra digital”.

Vale e pena?

O caso Cambridge Analytica ainda está reverberando e muitas decisões a respeito estão sendo tomadas agora. Esse “frescor” no assunto traz uma qualidade e um defeito: o fato de ser lançado é ótimo, por trazer com urgência um tópico essencial sobre o que faremos daqui para frente; por outro lado, leis e mudanças que ocorreram após esse episódio não aparecem no documentário, talvez justamente por conta do pouco tempo para produção e lançamento.

Se você ainda não se deu conta de como nossos dados são importantes e de que maneira estamos sendo vendidos diariamente em troca de conforto, veja esse documentário e pense novamente.