A APSA, maior gestora de propriedades do Brasil, elaborou um manual com recomendações de cuidados e medidas que devem ser adotados pelas administradoras para uma reabertura segura dos shopping centers neste período de flexibilização das recomendações de distanciamento social por conta da pandemia de coronavírus .

O material serve como um guia para ajudar os empreendimentos a criarem suas próprias estratégias para a volta ao funcionamento, implementando medidas de prevenção que protejam funcionários, fornecedores e clientes.

ALGUMAS RECOMENDAÇÕES:

– Identificar e organizar uma triagem nos pontos de entrada dos condôminos, lojistas, clientes e fornecedores. Certificar de que essas pessoas sejam examinadas na entrada, para detecção de febre ou qualquer sintoma relacionado à Covid-19. Utilizar o Termômetro Digital Infravermelho de testa para aferir a temperatura;

– Reconfigurar as áreas comuns de convivência para permitir o distanciamento social, removendo ou afastando cadeiras. Reforçar a aplicação das medidas de distanciamento social através de sinais, cartazes e marcações no chão. Estabelecer o número máximo de pessoas nos elevadores, revisar o seu uso e garanta que o distanciamento social seja possível nas filas de espera, estimulando o uso de escadas, quando possível. Colocar dispensadores ou tótens com álcool gel 70% no início e no final das escadas, em diversos pontos nos andares, bem como em áreas como saguões, recepção, salas de administração, áreas de elevadores, salas de reuniões, entre outros espaços comuns;

– Colocar sinal indicativo de número máximo de pessoas permitido em determinado espaço, e manter distanciamento físico mínimo seguro entre cada cliente e/ou funcionários em filas de estacionamento, bancos, lotéricas e caixas eletrônicos;

– Se as áreas de convivência tiverem bebedouros, desative-os temporariamente ou ofereça copos descartáveis;

– Elaborar campanhas de comunicação que transmitam segurança de forma efetiva e eficaz para os lojistas e consumidores;

– Manter uma comunicação clara e eficiente com seus funcionários, lojistas e clientes, informando as medidas que devem ser adotadas e dados como mudanças de horário que podem ocorrer nesse período;

– Divulgar uma circular entre lojistas com orientações para que implementem distanciamento social dentro dos estabelecimentos áreas comuns;

– Aplicar comunicados com medidas de prevenção à Covid 19 em elevadores de carga e sociais;

– Garantir uma distância mínima segura entre os usuários nas praças de alimentação.

Sanitários:

– Manter controle de quantidade de pessoas, respeitando as regras de saúde;

– Manter as portas dos sanitários prioritariamente abertas para beneficiar a ventilação;

– Higienizar e lavar os sanitários e vestiários mais vezes ao dia, com produtos à base de cloro, ou outros aprovados pela vigilância sanitária que comprovadamente realize a desinfecção dos mesmos, garantindo a perfeita higienização.

Limpeza:

– Mapear os principais pontos de tráfego e presença de pessoas para que a rotina de limpeza e higienização possa ser reforçada em cada um deles. Avaliar protocolos para limpar rotineiramente superfícies frequentemente tocadas nas áreas de tráfego intenso, como portas e maçanetas, mesas, cadeiras e grades, botões dos elevadores, telas sensíveis ao toque, contêineres, etc.

– Assegurar que a equipe de limpeza utilize EPIs durante 100% do tempo em que estiver trabalhando e o protocolo deve incluir máscaras, luvas e aventais. Os funcionários da limpeza devem lavar as mãos antes e depois de utilizarem os EPIs, além de higienizar as mãos com álcool gel.

Nos estacionamentos:

– Ajustar a mensagem eletrônica nas cancelas sobre a importância do cuidado e atenção às medidas de saúde para combater a Covid 19;

– Reforçar a higienização nas cancelas e nos equipamentos de entrada dos veículos;

– Evitar a operação de VALET nesta fase;

– Disponibilizar máscaras e demais proteções para o atendente do caixa para pagamento de estacionamento e procurar manter somente um operador nesta função.