Com menos de dois meses de formação a Rensga Esports CS:GO já conseguiu uma vaga na Liga PRO (Liga Dell Gaming) da Gamersclub. O time esteve invicto até a disputa pelo título da Liga Desafiante quando perdeu por 2×0 para a Asterius Game. Mesmo assim, garantiu a vaga para figurar entre as 8 melhores equipes da América Latina. Os confrontos da Liga PRO estão previstos para começar a partir de 27 de março.

“O objetivo é conseguir a vaga para a Clutch, prevista para começar em meados de maio, adianta o manager da Rensga Esports, André Papel. Ele conta que o time que está formado desde o final de janeiro só passou a treinar junto, na Orbi Gaming, em fevereiro e com poucos dias de contato direto já mostra um grande potencial. “Ganhamos em organização, principalmente tática, depois que iniciamos os treinos juntos. Eles estão crescendo muito e têm muita vontade de crescer ainda mais”, aponta.

A Rensga CS:GO conta com a experiência de “bld” e “drg” que já passaram por grande time nacionais. Papel destaca que, apesar da “fama” dos dois jogadores todos têm os pés no chão e sabem das responsabilidades para alcançar o nível competitivo para conquistarmos nossos objetivos“, conclui.

LIGA PRO

A Liga PRO possui times mais bem preparados, que jogam há mais tempo e possuem um nível melhor de organização. Ou seja, a partir de agora os jogos ficam mais difíceis. Vamos marcar alguns treinos com equipes mais preparadas para sermos testados em ambiente de treino e não passar por isso apenas nas competições”, adianta André Papel.

Para “drg” a trajetória até agora já pode ser considerada surpreendente. “Foi super satisfatório o que conquistamos até agora e nossa evolução está sendo mais animadora ainda”, comenta. Segundo ele, o time ficou mais motivado quando puderam treinar juntos na Orbi Gaming. “A convivência foi melhor do que imaginávamos e isso para um time faz total diferença. Conseguimos evoluir mais, tanto em comunicação quanto em game. Tivemos uma evolução muito rápida e tudo aconteceu de maneira muito melhor do que esperávamos“, conta.

Agora são mais alguns dias para se preparar e ter melhores condições de jogo para enfrentar os novos adversários. “Temos tudo para conquistar um excelente resultado. Espero surpreender mais!”, finaliza o AWPer da Rensga Esports.

Sobre a Rensga Esports:

A organização de esportes eletrônicos surgiu no cenário nacional em 2019 após adquirir uma vaga no Circuito Desafiante de League of Legends, a 2ª divisão brasileira, abaixo do Campeonato Brasileiro de LoL (CBLoL). Mesmo não se classificando, o time – que chamou a atenção pelo jeito irreverente de se comunicar, enaltecendo sua identidade 100% goiana – marcou o início da regionalização dos esports. Em 2020, estruturou sua base com mais dois times – Rensga Academy e Rensga GO – além de reforçar sua comissão técnica e inaugurar um Centro de Treinamento dentro da Orbi Gaming, um complexo com mais de 800 metros quadrados. Criou ainda uma equipe de Counter Strike: GO para ampliar a atuação no cenário de games e esportes eletrônicos.

Acesse nossos canais: Facebook | Twitter | Twitch | Instagram

Sobre a Go Gaming:

A holding formada por empresários goianos de diversos segmentos promete descentralizar o mercado de games e esportes eletrônicos, até então, concentrado no eixo Rio-São Paulo. O primeiro produto desta iniciativa foi a Rensga Esports que participou do Circuito Desafiante de LoL em 2019 e, mesmo sem conquistar a vaga no CBLoL chamou a atenção pelo jeito irreverente de se comunicar, enaltecendo sua identidade 100% goiana. Em 2020, a organização volta com times de LoL e CS:GO para as disputas nacionais. O segundo passo é a Orbi Gaming, 1ª complexo de entretenimento, focado em games e esportes eletrônicos, do Centro Norte e o 2º maior do Brasil.