A emoção não deixou o palco e nem os mais de 800 espectadores que passaram pela Arena Tectoy, da Orbi Gaming, neste fim de semana, em Goiânia. A final da Peneira da Rensga marcou a abertura oficial do maior complexo de entretenimento, focado em games e esportes eletrônicos, do Centro-Oeste e a escolha dos 15 novos integrantes para os times de League of Legends (LoL) da organização.

Dos mais de mil inscritos no início da Peneira, em dezembro de 2019, apenas 40 disputaram as vagas na decisão. Players de todo o Brasil, com as mais diversas histórias de vida e superação, subiram ao placo da arena para mostrar suas habilidades e competências aos técnicos que deram a palavra final. Foram 10 selecionados no sábado (15) e mais 5 no domingo (16), em jogos disputados em duas e quatro rodadas, respectivamente, para avaliação comissão técnica.

“O resultado da Peneira, de maneira geral, foi acima do que a gente esperava. Ficamos muito satisfeitos com tudo e com todos. Foi uma experiência única para os participantes desta Peneira. Teremos outras peneiras; porém essa primeira edição, no início da Rensga, com tudo começando é único!”, analisou o manager da Rensga, André Papel.

ACADEMY

Os players da Academy foram os primeiros a subirem ao palco da Arena Tectoy no sábado (15) em busca das 5 vagas abertas para a categoria. Bruno Lima “Dinxs” (topo), João Pedro Marques de Paula “Xarut0” (selva), Arthur Cardoso “Ozodrake” (meio), Jean Alef “Akuma Shigure” (atirador) e Wesley Wallace Lima “Erva Daniinha” (suporte) formaram o novo time. A emoção, por estarem realizando o sonho de se tornarem PRO players, se fundiu a alta expectativa de um projeto que já nasceu grande. “Fico muito feliz em poder começar agora (como PRO) e fazer uma história junto com a Rensga”, comemorou Dinxs, 20 anos, que veio de Porto Alegre/RS.

“Gastei muito dinheiro em lanhouse. Quando conheci o LoL eu nem sabia o que queria fazer da vida; já tinha tentado alguns cursos – que não deram certo – quando conheci o jogo… e pensei: é isso que quero pra minha vida!”, contou Akuma Shigure, 20 anos, de Ribeirão das Neves/MG.

PRO

Na PRO, para jogadores mais técnicos com melhores níveis no jogo, as partidas foram (relativamente) rápidas e emocionantes, o que levantou o público. E no anúncio dos selecionados a comissão técnica surpreendeu e escolheu dois players e não apenas um como estava previsto. “Foi realmente uma surpresa. Todos os candidatos estavam muito entrosados, todos se dedicam muito e, então foi uma grande oportunidade”, comentou Ethierre Souza Silva Leite “Potick”, 22 anos, do Rio de Janeiro/ RJ. O outro selecionado foi Hylen Silas da Silva “Ninji”, 21 anos, de Capão da Canoa/RS.

GO

Na categoria exclusiva para players goianos uma garota garantiu uma das cinco vagas. Gabriela “Hanabi Hyuuga” é suporte e será, por enquanto, a primeira mulher a fazer parte da Rensga Esports. Foram seis partidas ao longo do último dia de decisões em que as quatro equipes se enfrentaram, todos contra todos. A lista final dos selecionados ficou com: Gustavo Pereira de Freitas “Ssymourzim” (topo), Felipe Ribeiro de Souza “Fiennes” (selva), Pedro Lucas Paulino de Souza “Pedrin” (meio), Rodrigo Yudi Kita “Kita Show” (atirador), Gabriela Gonçalves Silvério “Hanabi Hyuuga” (suporte).

“Força do cenário local. Os jogos de hoje (domingo) foram mais disputados em nível técnico individual em relação aos de ontem (sábado). A torcida também chamou a atenção. A presença de familiares e amigos foi um grande incentivo aos jogadores e resultou em jogos acirradíssimos”, encerrou Pedro Ramos “gafone”, coach do time PRO.

CONFIRA A LISTA DOS SELECIONADOS:

Academy

“Dinxs” (topo)
“Xarut0” (selva)
“Ozodrake” (meio)
“Akuma Shigure” (atirador)
“Erva Daniinha” (suporte)

PRO

“Potick”
“Ninji”

GO

“Ssymourzim” (topo)
“Fiennes” (selva)
“Pedrin” (meio)
“Kita Show” (atirador)
“Hanabi Hyuuga” (suporte)

COACHES

Willian Hayato Umehara “Theycallmelouise”
Raul Pulino “Eagle”
Wesley Borges “Galileu”

Rensga Esports dá o play oficial na temporada 2020 de League of Legends

Organização agora tem mais dois times de base – Rensga Academy e Rensga GO – além de mais três coaches que integrarão a equipe técnica. Final da Peneira abriu as portas da Orbi Gaming para o público

Rensga Academy é apresentada no palco da Arena Tectoy
Coaches selecionados e novos jogadores da Rensga Academy
Rensga GO com o manager da organização André Papel
Crédito: Alan Moreira
Crédito: Alan Moreira
Crédito: Alan Moreira

Goiânia, 17 de Fevereiro de 2020 – A emoção não deixou o palco e nem os mais de 800 espectadores que passaram pela Arena Tectoy, da Orbi Gaming, neste fim de semana, em Goiânia. A final da Peneira da Rensga marcou a abertura oficial do maior complexo de entretenimento, focado em games e esportes eletrônicos, do Centro-Oeste e a escolha dos 15 novos integrantes para os times de League of Legends (LoL) da organização.

Dos mais de mil inscritos no início da Peneira, em dezembro de 2019, apenas 40 disputaram as vagas na decisão. Players de todo o Brasil, com as mais diversas histórias de vida e superação, subiram ao placo da arena para mostrar suas habilidades e competências aos técnicos que deram a palavra final. Foram 10 selecionados no sábado (15) e mais 5 no domingo (16), em jogos disputados em duas e quatro rodadas, respectivamente, para avaliação comissão técnica.

“O resultado da Peneira, de maneira geral, foi acima do que a gente esperava. Ficamos muito satisfeitos com tudo e com todos. Foi uma experiência única para os participantes desta Peneira. Teremos outras peneiras; porém essa primeira edição, no início da Rensga, com tudo começando é único!”, analisou o manager da Rensga, André Papel.

ACADEMY

Os players da Academy foram os primeiros a subirem ao palco da Arena Tectoy no sábado (15) em busca das 5 vagas abertas para a categoria. Bruno Lima “Dinxs” (topo), João Pedro Marques de Paula “Xarut0” (selva), Arthur Cardoso “Ozodrake” (meio), Jean Alef “Akuma Shigure” (atirador) e Wesley Wallace Lima “Erva Daniinha” (suporte) formaram o novo time. A emoção, por estarem realizando o sonho de se tornarem PRO players, se fundiu a alta expectativa de um projeto que já nasceu grande. “Fico muito feliz em poder começar agora (como PRO) e fazer uma história junto com a Rensga”, comemorou Dinxs, 20 anos, que veio de Porto Alegre/RS.

“Gastei muito dinheiro em lanhouse. Quando conheci o LoL eu nem sabia o que queria fazer da vida; já tinha tentado alguns cursos – que não deram certo – quando conheci o jogo… e pensei: é isso que quero pra minha vida!”, contou Akuma Shigure, 20 anos, de Ribeirão das Neves/MG.

PRO

Na PRO, para jogadores mais técnicos com melhores níveis no jogo, as partidas foram (relativamente) rápidas e emocionantes, o que levantou o público. E no anúncio dos selecionados a comissão técnica surpreendeu e escolheu dois players e não apenas um como estava previsto. “Foi realmente uma surpresa. Todos os candidatos estavam muito entrosados, todos se dedicam muito e, então foi uma grande oportunidade”, comentou Ethierre Souza Silva Leite “Potick”, 22 anos, do Rio de Janeiro/ RJ. O outro selecionado foi Hylen Silas da Silva “Ninji”, 21 anos, de Capão da Canoa/RS.

GO

Na categoria exclusiva para players goianos uma garota garantiu uma das cinco vagas. Gabriela “Hanabi Hyuuga” é suporte e será, por enquanto, a primeira mulher a fazer parte da Rensga Esports. Foram seis partidas ao longo do último dia de decisões em que as quatro equipes se enfrentaram, todos contra todos. A lista final dos selecionados ficou com: Gustavo Pereira de Freitas “Ssymourzim” (topo), Felipe Ribeiro de Souza “Fiennes” (selva), Pedro Lucas Paulino de Souza “Pedrin” (meio), Rodrigo Yudi Kita “Kita Show” (atirador), Gabriela Gonçalves Silvério “Hanabi Hyuuga” (suporte).

“Força do cenário local. Os jogos de hoje (domingo) foram mais disputados em nível técnico individual em relação aos de ontem (sábado). A torcida também chamou a atenção. A presença de familiares e amigos foi um grande incentivo aos jogadores e resultou em jogos acirradíssimos”, encerrou Pedro Ramos “gafone”, coach do time PRO.

CONFIRA A LISTA DOS SELECIONADOS:

Academy

“Dinxs” (topo)
“Xarut0” (selva)
“Ozodrake” (meio)
“Akuma Shigure” (atirador)
“Erva Daniinha” (suporte)

PRO

“Potick”
“Ninji”

GO

“Ssymourzim” (topo)
“Fiennes” (selva)
“Pedrin” (meio)
“Kita Show” (atirador)
“Hanabi Hyuuga” (suporte)

COACHES

Willian Hayato Umehara “Theycallmelouise”
Raul Pulino “Eagle”
Wesley Borges “Galileu”

Torcida na Arena Tectoy
Gabriela Silvério “Hanabi Hyuuga” (suporte) da Rensga GO
Batecos infláveis e faixas agitam e incentivam os finalistas
Crédito: Alan Moreira
Crédito: Alan Moreira
Crédito: Alan Moreira
Sobre a Rensga Esports:

A organização de esportes eletrônicos surgiu no cenário nacional em 2019 após adquirir uma vaga no Circuito Desafiante de League of Legends, a 2ª divisão brasileira, abaixo do Campeonato Brasileiro de LoL (CBLoL). Mesmo não se classificando, o time – que chamou a atenção pelo jeito irreverente de se comunicar, enaltecendo sua identidade 100% goiana – marcou o início da regionalização dos esports. Em 2020, estruturou sua base com mais dois times – Rensga Academy e Rensga GO – além de reforçar sua comissão técnica e inaugurar um Centro de Treinamento dentro da Orbi Gaming, um complexo com mais de 800 metros quadrados. Criou ainda uma equipe de Counter Strike: GO para ampliar a atuação no cenário de games e esportes eletrônicos.

Sobre a Go Gaming:

A holding formada por empresários goianos de diversos segmentos promete descentralizar o mercado de games e esportes eletrônicos, até então, concentrado no eixo Rio-São Paulo. O primeiro produto desta iniciativa foi a Rensga Esports que participou do Circuito Desafiante de LoL em 2019 e, mesmo sem conquistar a vaga no CBLoL chamou a atenção pelo jeito irreverente de se comunicar, enaltecendo sua identidade 100% goiana. Em 2020, a organização volta com times de LoL e CS:GO para as disputas nacionais. O segundo passo é a Orbi Gaming, 1ª complexo de entretenimento, focado em games e esportes eletrônicos, do Centro Norte e o 2º maior do Brasil.