Quem tem ou já teve criança pequena sabe que há uma dificuldade para quem deseja voltar a praticar exercícios físicos: com quem e onde deixar a criança. Este acaba sendo um motivo que faz com que muitas mamães adiem o seu retorno à prática esportiva, o que não é nada saudável.

 

De acordo com o personal trainner Will Almeida, voltar a treinar após o parto significa tonificar e recompor músculos muito exigidos durante a gravidez e no parto, como os abdominais e os pélvicos, assim como neutralizar o estresse e a ansiedade. Além disso, o personal destaca que a prática esportiva traz muitos benefícios como melhoria da qualidade do sono, da força do coração e evita as dores lombares, sendo esta muitas vezes fragilizada no parto.

 

Porém, ele reconhece que, nos primeiros quatro anos de vida da criança, as mães enfrentam dificuldades para retornar aos treinos. “Um grande problema que sinto com minhas alunas é com quem deixar a criança. Mesmo que a mãe tenha babá para auxiliá-la, o horário comercial da auxiliar não costuma permitir que a mulher encontre com facilidade uma hora para se dedicar a sua saúde”, disse o personal ao destacar que a proibição de crianças em academias é um agravante para que as mamães se ausentem dos treinos.

 

Buscando uma solução para esta questão, a Elmo Incorporadora desenvolveu no projeto do Lux Flamboyant uma academia integrada ao espaço kids para que, dessa maneira, as mães possam treinar e observar as crianças brincando. Para a arquiteta Ana Gabriela Lins, que assina o projeto, o Espaço Kids é integrado à academia para que mulheres com crianças pequenas possam se exercitar. “A mulher, depois da maternidade, costuma ter menos tempo e algumas limitações como de não ter com quem deixar a criança. É isso que a academia e o espaço kids são separados apenas por uma parede de vidro para que a mãe que está se exercitando possa observar seu filho”, explica.

 

A arquiteta pontua ainda que as academias estão presentes, como exigência de uma grande parte do público moderno, por ser uma facilidade para o morador. “Há uma tendência na arquitetura moderna em trazer bem estar e comodidade aos moradores integrando espaços, que anteriormente eles deveriam buscar em outros locais, à área residencial. As academias de alta performance em condomínios residenciais fazem parte dessa tendência, que surge graças a mudança de perfil da população”, explica.

 

A arquiteta destaca ainda que, no caso do Lux Flamboyant, a academia fica no 5º andar integrada com a área de lazer. No andar, além do espaço para a prática de musculação e de exercícios aeróbicos há uma piscina com 20 metros de raia, sauna e espaço relax. “São itens que as melhores academias também oferecem ao seu usuário”, explica.

 

De acordo com Sócrates Diniz, gerente comercial da Elmo Incorporadora, o Lux Flamboyant traz academia acoplada com a área infantil para atender a necessidade de mercado de dar conforto e comodidade a mães que têm filhos pequenos e que buscam um estilo de vida saudável. “É a busca por estilo de vida compacto, onde todas as coisas podem ser feitas em casa ou próximo de casa”, destaca.

 

A academia do Lux Flamboyant tem 145 metros quadrados e foi projetada para receber equipamentos profissionais e disponibilizar para este público um espaço que funcione como uma grande academia. “É uma comodidade praticar atividades físicas em um espaço planejado e bem equipado sem sair de casa, a qualquer hora”, enfatiza a arquiteta ao falar que o grande diferencial dela em relação ao oferecido pela maior parte dos empreendimentos é o tamanho que faz com que seja possível equipá-la com materiais profissionais.