Celebrando o 250º aniversário de Beethoven e seu grande legado para a música, a Deezer lançou ontem (27) um álbum original e exclusivo de remixes de grandes clássicos do artista. Contando com 14 faixas, o projeto é uma mistura do som atemporal da música clássica com a vibração do eletrônico contemporâneo. Cada faixa do Beethoven Remixed foi reinventada pelos melhores DJs da atualidade, trazendo a autenticidade e o brilhantismo de cada um.

“Moonlight Sonata”, uma das obras mais populares de Beethoven, ganhou quatro versões: uma do duo alemão Blasterjaxx que inseriu um drop colossal na música, uma versão do The Magician, uma dos gêmeos australianos NERVO, que optaram por uma reinterpretação mais refinada e cinematográfica do clássico e, por último, uma versão palpitante de techno cut da parisiense Anetha.

Para escolha de “Moonlight Sonata”, o duo NERVO diz que trabalhar com o som clássico do piano da música foi um privilégio. “Nós escolhemos essa música porque nós nunca conseguiríamos fazer a parte do piano. Foi um grande privilégio trabalhar com o som que tínhamos e colocar em 132 bpm que é ótimo para um hit das pistas. Nós adicionamos o som do violoncelo a principal batida da música, trazendo um toque de calor para o clássico”.

Um dos pontos altos do álbum é o remix do rei do EDM Steve Aoki, que entregou uma versão clubber viciante do ícone “Pathétique Sonata” sem perder nenhum ponto de sofisticação emocional presente na música original. “Dentro de todas as opções de Beethoven, eu escolhi ‘Pathétique’ porque foi a música que mais conversou comigo. Quando eu estava no estúdio e ouvia todos os diferentes samples e diferentes formas de misturar as batidas, eu escutei elementos em ‘Pathétique’ que eu poderia trabalhar e fui fundo nisso. Todo o processo foi bem natural.”.

O DJ GATTÜSO foi responsável por entregar uma batida jovem à energia monumental de “5th Symphony”, misturando a melodia da música com o som de um baixo pesado. “Eu escolhi essa melodia porque eu toquei saxofone por 12, 13 anos quando criança, então eu conhecia música clássica, Beethoven e outros artistas do gênero. Quando eu recebi o convite de misturar a melodia dessa canção com uma vibe de raves e festivais, para mim foi incrível e o resultado ficou épico”, diz GATTÜSO

WorakIs, conhecidos por misturar música clássica com música eletrônica, manteve a energia de uma sala de concerto com uma rave na sua reinterpretação de “Symphony No. 9.”. Já Jean-Benoît Dunckel, conhecido pelo duo Air do anos 90 fez uma versão brilhante de “Symphony No. 7.”

Beethoven Remixed é um complemento do álbum clássico contemporâneo Beethoven Recomposed e faz parte da série “Deezer’s Originals”. “A beleza e o drama da música clássica é uma grande fonte de inspiração para os produtores de música eletrônica e tem sido grandioso ouvir todas as diferentes interpretações desses clássicos. O Beethoven Remixed é o nosso primeiro e exclusivo álbum que junta grandes DJs da atualidade com o grande legado de Beethoven. Cada faixa combina o estilo de cada artista com a melodia principal dessas obras primas”, acrescenta Nigel Harding, VP of Artist Marketing da Deezer.