O trabalho em sistema home office é uma realidade que chegou para ficar de vez no Brasil, que havia incluído o teletrabalho na reforma da legislação trabalhista, já atendendo uma demanda que vinha em crescimento. Com a pandemia, as empresas e profissionais, por contingência, tiveram de adotar esse regime de trabalho e viram que era uma alternativa viável. Com isso, muitos continuarão com o trabalho à distância. Uma pesquisa realizada pela empresa de cibersegurança Fortinet mostrou que, após a pandemia, 30% das empresas devem seguir com o home office. O levantamento ouviu 400 empresas de 17 países, incluindo o Brasil, e apontou que as corporações pretendem manter mais da metade de seus funcionários atuando remotamente.

 

O reflexo já atinge as moradias. Os lançamentos imobiliários de residenciais mais recentes trazem a presença e a melhoria da estrutura do coworking para uso dos moradores.“Nem todas as pessoas conseguem organizar um local em casa para o trabalho ou estudo dentro de casa. Além disso, percebemos essa demanda crescente de lugares compartilhados para se trabalhar ou ter uma reunião. Assim, nada melhor do que poder fazer isso em um ambiente seguro, que atende suas necessidades e sem precisar se deslocar”, destaca do diretor da filial da Brasal Incorporações em Goiânia, Thiago Galvão.

O Moove Home Brasal, lançamento da empresa na capital goiana, que será erguido na Rua T-37, no Setor Bueno, terá um coworking e sala de estudos na Torre My Dream e uma sala de reuniões na Torre My Way. Tanto a sala de reuniões, bem como o coworking e sala de estudos serão entregues mobiliadas, equipadas, climatizadas, com iluminação LED e com wi-fi, bem como todas as áreas comuns do empreendimento.

A arquiteta Ana Gabriela Lins, responsável pelo projeto do Moove Home Brasal, destaca que os ambientes poderão ser usados por qualquer morador. “É um local para estudo ou trabalho individual ou em grupo. Pois em casa, podem existir várias distrações, barulhos, outras pessoas. E também nem sempre é possível fazer uma reunião na residência. Assim, são espaços próprios para estes fins. Com a pandemia, esse tipo de ambiente ficou ainda mais valorizado, em razão do home office. É uma facilidade a mais que o Moove Home entregará, bem como outras”, destaca ela.

O empreendimento
Localizado próximo ao Parque Vaca Brava e a diversos bares, restaurantes e shoppings, o Moove Home Brasal será construído no Setor Bueno, entre as Avenidas T-10 e T-11 e terá duas entradas. Pela Rua-T37 será o acesso à Torre My Way, composta por 118 unidades de metragens maiores, entre 98 m² e 178 m². Por sua vez, a Torre My Dream terá acesso pela Rua T1-A e comportará 176 apartamentos, entre 44 m² e 161 m².

Para o lazer de seus moradores, o Moove Home Brasal disponibilizará uma área de convivência com espelho d’água, dois amplos salões de festas (com copa e apoio), piscinas adulto (com raia de 25m), infantil e outra coberta (todas aquecidas e com tratamento de ozônio, o qual possui vários benefícios), sauna, deck, churrasqueira gourmet, playground, espaço kids com cinema, quadra poliesportiva, varanda de jogos, academia, espaço mulher e uma praça para convivência.

O condomínio também terá uma vaga verde, para carregamento de carros elétricos. Além disso, duas bicicletas elétricas e dois scooters elétricos também serão entregues aos moradores, os quais poderão usufruir ainda de uma ferramentaria completa, incluindo até calibrador. Um espaço para recebimento de delivery é outro diferencial para os moradores. Este é o sexto empreendimento da Brasal Incorporações em Goiânia desde 2011.