Atualmente existem mais de 19 milhões de empresas registradas no País. Os dados são de maio deste ano, e foram publicados pelo Sebrae segundo informações da Receita Federal Brasileira (RFB). Por trás de cada uma delas existe uma pessoa, que um dia teve uma ideia de negócio e decidiu rentabilizá-la. Empreender é justamente o ato de transformar uma ideia em um negócio. Será que todas as pessoas possuem essa habilidade? Um teste oferecido gratuitamente possibilita uma avaliação do perfil pessoal com alta capacidade de identificar bons empreendedores.

As inscrições estão abertas até 20 de setembro e qualquer pessoa pode fazer através do link (https://fi.co/dna/goiania). O teste faz parte da etapa de seleção para o programa de aceleração de startups Founder Institute, formação baseada na experiência do Vale do Silício, nos Estados Unidos, que acontecerá pela segunda vez em Goiânia. No mundo, ela já capacitou mais de  4.300 fundadores de tecnologia. O objetivo do programa de aceleração é  transformar ideias dos empreendedores em empresas prontas, com produto rodando e clientes pagantes.

Não existe obrigatoriedade de, caso candidato passe no teste, participar do Founder Institute, embora seja uma oportunidade de crescimento.  O teste chamado de Predictive , tem duração aproximada de 1h, e é  formado por uma combinação de testes de personalidade (perguntas abertas) e testes de inteligência fluida (puzzles).

“Ele é importante porque consegue identificar as características dos bons empreendedores, que  geralmente possuem alguma experiência profissional, alta inteligência fluida, abertura para feedbacks, muita curiosidade e vontade de aprender”, detalha  Rafael Pinto, CEO da InovaLaw e um dos mentores do Founder Institute.

Rafael explica também que é possível identificar empreendedores ruins, que geralmente possuem características como instabilidade emocional; comportamento agressivo e fechado; narcisismo; falta de transparência; dão desculpas ou não assumem responsabilidade. A necessidade de fazer o teste no ato da inscrição tem como finalidade promover uma triagem específica e garantir que o grupo de empreendedores formado pelo programa de aceleração seja de alto nível.

Ao fazer o teste, o candidato a participar receberá por e-mail um indicativo do seu perfil empreendedor, com a avaliação de alguns perfis definido pelo programa de computador. Para quem deseja participar do Founder Institute, é necessário ser classificado no teste como bom empreendedor. “Entendemos que dessa forma todos se manterão engajados e conseguirão aprender em conjunto; mentores não se sentirão frustrados, se esforçando para ajudar pessoas que não saberão aproveitar e a startups aceleradas no Founder terão maiores chances de sucesso”, completa.

Em Goiânia, o Founder Institute conta com a parceria do Instituto Gyntec Academy, maior hub de inovação do Centro-Oeste e acontece de 30 de setembro à 16 de dezembro de dezembro em formato digital. No dia 13 de janeiro de 2021 haverá um evento de apresentação das startups para o mercado.

Vale lembrar que, mesmo quem já é pessoa jurídica e possui um negócio em operação,  também podem se inscrever no Founder Institute para buscar uma inovação em sua empresa. Nesse caso, o candidato será direcionado para a Trilha de Crescimento (Growth), que faz uma avaliação diferente de potencial do negócio.

No ano de 2019, aconteceu a primeira turma do Founder Institute em Goiânia. 24 empreendedores participaram da primeira turma do programa de aceleração. Destes empreendedores, surgiram startups como a CuidoSim, voltada a cuidados com idosos, e a ArqColab, voltada a serviços para arquitetos.

Serviço 

*Teste seu empreendedorismo*

Inscrições até 20 de setembro pelo site https://fi.co/dna/goiania

 Foto Ilustrativa